Folha Política

Renata Bezerra de Melo

ver colunas anteriores
Bruno schwambach, secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco
Bruno schwambach, secretário de Desenvolvimento Econômico de PernambucoFoto: Arthur Mota // Arquivo Folha

A secretaria de Desenvolvimento Econômico apresenta, hoje, um balanço de 2019 com os investimentos atraídos para o Estado, que chegam perto de R$ 15 bilhões. Isso inclui anúncios de novos empreendimentos, expansão de empresas e inauguração de indústrias, casos da Aché Laboratórios, Camil Alimentos, Fipel, entre outras. Na última reunião do ano do Conselho Estadual de Políticas Industrial, Comercial e de Serviços (Condic), realizada ontem, 25 anúncios foram feitos, sendo dois de grande porte, a Roma Jeans e a Ambev, segundo o secretário Bruno Schwambach. Sobre esta última, ele realça: "A gente disputou esse investimento com todos os estados do Brasil. Eu diria até com a América Latina".

Ontem, em entrevista à Rádio Folha FM 96,7, Bruno adiantou os números do balanço: "Se a gente somar todos os investimentos anunciados este ano, foram perto de R$ 15 bilhões com a perspectiva de geração de mais de 22 mil postos de trabalho. Eu diria a você que foi o melhor ano de anúncios de investimentos para o Estado na história". Schwambach, no entanto, externou "preocupação" com as políticas econômicas do governo federal. “Foram apenas uma busca de diminuir o déficit do tesouro". Considerou o crescimento na geração de emprego do País, mas “com precarização do trabalho, sem previsão de crescimento do salário mínimo, de produtividade, da renda e o País nao é competitivo para ser grande base exportadora de produtos manufaturados".


 

Nada está perdido
De acordo com técnicos do governo Paulo Câmara, nada impede que a gestão faça algum movimento no sentido de recompor os R$ 50,5 milhões, que foram propostos na LDO para incrementar o orçamento do legislativo estadual. O valor foi vetado "por inconformidade formal", segundo técnicos.
Falha formal > Primeiro, diz um dos integrantes do corpo técnico, há uma "questão de prazo". "O remanejamento de recursos após aprovação da LDO, tecnicamente não poderia ser feito", explica a fonte, lembrando que, corrigida a falha formal, nada impede que isso seja revisto.
Sem discurso > O deputado federal Raul Henry esteve, ontem, na inauguração do Compaz Governador Miguel Arraes. O prefeito Geraldo Julio telefonou para convidar o emedebista, que também recebeu convocação do secretário de Segurança, Murilo Cavalcanti, que lembrou ser o projeto de autoria de Henry. Henry, que tem nome ventilado para concorrer à PCR, preferiu não discursar.
Com discurso > Por lá, também marcou presença o deputado federal Felipe Carreras, que encarou atritos recentes com o presidente nacional da legenda, Carlos Siqueira, mas parece não nutrir problemas com o prefeito Geraldo Julio. Carreras, que já declarou ter o sonho de ser prefeito do Recife, discursou. Mas a questão parece pacificada internamente.
Oportunidade > Os deputados têm apostado na Reforma Política, que tende a se iniciar em 2020, como oportunidade para se discutir o retorno do financiamento privado e a regras de 2022.
Controle... > A Ouvidoria-Geral do Estado registrou em seus canais de comunicação com o cidadão cerca de 103 mil atendimentos em 2019. O crescimento foi de mais de 10% em relação ao ano passado. Já a taxa de resolutividade ficou perto dos 90%.
...social > Outra ferramenta de controle social, o Portal da Transparência do Governo de Pernambuco bateu a marca de 1,1 milhão de visualizações de suas páginas este ano. A coordenação dos trabalhos é feita pela Secretaria da Controladoria-Geral do Estado. 

 

veja também

comentários

comece o dia bem informado: