Folha Política

Renata Bezerra de Melo

ver colunas anteriores
Delegada Patrícia Domingo
Delegada Patrícia DomingoFoto: divulgação

A fala feita pela delegada Patrícia Domingos para anunciar a filiação ao Podemos foi rápida. Mas ela admitiu, na ocasião, que passou seis meses pensando para conseguir tomar a decisão. Como a coluna cantou a pedra ontem no Portal da Folha de Pernambuco, o ato de filiação deu-se no Salão Azul do Senado na presença da presidente nacional do Podemos, Renata Abreu, e do senador Álvaro Dias. Ao fazer uma fala de introdução, Álvaro Dias assinalou: "Patrícia, venha para mudar, para construir, para avançar e, certamente, nós estaremos ao seu lado para os avanços que proporcionará a cidade de Recife, a Pernambuco e ao Brasil". O senador fez questão de destacar a presença e a importância do deputado federal Ricardo Teobaldo nessa construção. Como a coluna registrara, Patrícia embarcou para Brasília no mesmo voo de Teobaldo, que é presidente estadual do Podemos.

Na última terça-feira, ela já havia ido à mesa com Renata Abreu e com Álvaro Dias, além de ter ouvido ainda lideranças de outras siglas, mas tudo em reserva. Ao tornar pública, ontem, a filiação, Patrícia disse o seguinte: "Hoje, o Podemos ganha mais uma guerreira no front do combate à corrupção". E emendou recorrendo à música de Capiba, realçando fazer menção à frase de Ulysses Guimarães: "Nós somos madeira de lei que o cupim não rói". A letra é usada como hino pelo PSB em várias campanhas eleitorais. A delegada comandava a extinta Delegacia de Polícia de Crimes Contra a Administração e Serviços Públicos (Decasp) e virou alvo de processo administrativo aberto pela Corregedoria da SDS. Entrando na corrida pela PCR , ela poderá enfrentar nomes como João Campos e Marília Arraes. O deputado estadual Wanderson Florêncio já havia feito aposta de que ela pode vir para disputa, no Recife, com apoio do ministro da Justiça, Sérgio Moro, com quem tem boa relação. A conferir.

 

 

 

O porquê do Podemos
Na breve fala feita ontem, Patrícia Domingos explicou que escolheu o Podemos pela "coerência com as pautas que defendemos há muitos anos". Citou a transparência e o combate a corrupção, "um partido que se coaduna com as nossas práticas". A delegada disse estar "colocando minha vida, meu tempo à disposição do povo do Recife" e afirmou: "Juntos podemos construir um Recife melhor".
Sem sentar... > Patrícia Domingos também tratou de ouvir, ontem, o presidente do PSC-PE, André Ferreira. Foi acompanhada de Ricardo Teobaldo. André quis saber se ela tinha dificuldade de votar em algum nome da Oposição. Ela devolveu que não.
...na janela > André defendeu que o ideal seria ela ingressar nas hostes oposicionistas, mas sem rótulo de pré-candidata, que era importante ela colocar o nome, mas estando disposta a sentar, se reunir com Oposição e avaliar as possibilidades em conjunto.
Assina... > O governador Paulo Câmara esteve entre os que assinaram a nota conjunta, na segunda-feira, sugerindo que,
em vez do ICMS, o presidente Jair Bolsonaro cortasse tributos federais que incidem sobre os combustíveis.
...embaixo > À coluna, Paulo Câmara disse que assina embaixo ainda da posição do governador Renato Casagrande (ES), que reagiu , dizendo que Bolsonaro sabe "que não tem como executar” e, por isso, “cria uma discussão superficial, sem amparo nos números”.
Em tempo> O prefeito Geraldo Julio foi à mesa, ontem, com alguns presidentes de partido em Brasília: Augusto Coutinho, Wolney Queiroz e Eduardo da Fonte. Ouviu ainda Renildo Calheiros. 

veja também

comentários

comece o dia bem informado: