Folha Política

Renata Bezerra de Melo

ver colunas anteriores
Rodrigo Maia e Raul Henry
Rodrigo Maia e Raul HenryFoto: divulgação

O encontro é uma ausculta que tem a ver com o debate da Reforma Tributária. O presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, convocou 40 deputados federais do Nordeste para ouvirem, hoje, às 8h30, uma explanação técnica preparada pelo deputado federal Raul Henry sobre a região. Raul já fez essa apresentação à bancada do MDB e chegou a receber solicitação do ministro da Cidadania, Osmar Terra, para falar sobre o tema a um grupo de ministros do governo Jair Bolsonaro, o que acabou não se consolidando.

Maia costuma realizar consultas a especialistas sobre temas que entrarão na pauta do Congresso. Recentemente, realizou uma roda de conversa do tipo em São Paulo. A mobilização para reunião de hoje contou com a ajuda do deputado federal Augusto Coutinho, presidente do Solidariedade em Pernambuco. O material preparado por Henry segue a seguinte lógica: primeiro, ele elenca dados sobre a desigualdade regional no Brasil, depois mostra que há, no Nordeste, um conjunto de oportunidades econômicas. O dirigente do MDB-PE trata de sugerir, então, que se os potenciais da região forem apoiados corretamente pelo Estado brasileiro, o Nordeste tem plenas condições de reverter uma situação que se perpetua há cem anos: tem metade da renda per capita do Brasil. Henry recorre a exemplos como a reunificação da Alemanha e às políticas da União Europeia para os países periféricos. Com base no estudo, Henry traça uma proposta de política de desenvolvimento regional, baseada na experiência da União Europeia, apoiada em fundos para investimento em infraestrutura e formação de capital humano. Alguns deputados a região apostam que Rodrigo Maia pode abraçar a causa.


Paulo Câmara ouviu de Guedes
O governador Paulo Câmara começou o dia, às 9h, ontem, em Brasília, no VIII Fórum Nacional dos Governadores. O ministro Paulo Guedes, convocado, apareceu por lá para falar da tributação dos combustíveis. "Paulo Guedes participou e disse claramente que sabia da impossibilidade dos Estados de baixar o preço dos combustíveis sem haver a reforma tributária", relatou Câmara à coluna ao ser indagado.
Panela de...> Bolsonaro "desafiou" os governadores a baixarem o ICMS dos combustíveis, afirmando que, nesse caso, zeraria os impostos federais. Gestores estaduais apontaram "irresponsabilidade" na atitude. O clima entre os governadores, ontem, segundo Paulo Câmara relatou à coluna, estava "muito tenso por causa do comportamento do Presidente".
...pressão > À coluna, Paulo Câmara já havia assinado embaixo da posição do governador Renato Casagrande (ES), que reagira, dizendo que Bolsonaro sabe "que não tem como executar” e, por isso, “cria uma discussão superficial, sem amparo nos números”.
Mais do... > Diante do zum-zum-zum em torno de uma aliança que o PSC, o PL e o Solidariedade teriam firmado de olho nas eleições deste ano, após almoço realizado anteontem, o presidente do Solidariedade no Estado, Augusto Coutinho, pondera: "Na verdade, isso não quer dizer nada".
...mesmo > Coutinho explica que, hoje, o PSC já faz parte da gestão de Olinda, uma vez que Isabel Urquiza, do PSC, já é secretária da gestão do Professor Lupércio. "E a gente votou em Anderson Ferreira no 2º turno da eleição passada", pondera Coutinho. 

veja também

comentários

comece o dia bem informado: