Folha Política

Renata Bezerra de Melo

ver colunas anteriores
Vereador Renato Antunes é o líder da oposição na Câmara Municipal do Recife
Vereador Renato Antunes é o líder da oposição na Câmara Municipal do RecifeFoto: Julya Caminha/ Folha de Pernambuco

Na próxima terça-feira, deve ser votada, na Câmara Municipal do Recife, uma proposta de mudança no regimento interno para permitir aos legisladores participarem de sessões ordinárias online. A informação foi dada pelo vereador Renato Antunes (PSC), líder da Oposição, em entrevista à Rádio Folha FM 96,7 nesta sexta-feira (20). A medida tem a ver com a pandemia do COVID-19 e com a necessidade de que o máximo de pessoas fiquem em suas casas. Na análise de Renato, isso irá ajudar o legislativo a continuar funcionando e, conforme ele informou, também já está sendo providenciado um aplicativo, capaz de viabilizar essas votações de forma remota.

Ainda na avaliação de Renato, “a Casa de José Mariano precisa dar sua parcela de contribuição”. Ele entende que o legislativo não pode parar de funcionar, destacando que muitos projetos importantes estão em andamento nos anais da casa legislativa como, por exemplo, o Plano Diretor da Cidade, e precisam da atenção de todos os legisladores.

“Usaremos as ferramentas tecnológicas para manter o ritmo de trabalho como está fazendo o Congresso Nacional e outros entes da Federação, que nós temos conhecimento” pontuou. Muitos servidores municipais que trabalham na Câmara estão no sistema homeoffice e as sessões ordinárias de vereadores tiveram a frequência reduzida, de três para uma vez por semana.

Outro pronto abordado pelo vereador, foram os kits de alimentos que vêm sendo entregues aos alunos da Rede municipal de ensino, que tiveram férias antecipadas em função da crise do coronavírus. Renato registra que foram vistos muitos erros no processo de entrega e manipulação dos alimentos, mas avisou que não iria fazer “a crítica pela crítica”. Essa semana, nas redes sociais, foram vistos muitos vídeos de populares criticando a qualidade e a quantidade dos alimentos que foram recebidos por eles.

“Esperamos que aquilo que foi ruim seja corrigido de maneira que a criança tenha seu lanche, sua refeição, entregue pelo poder público como foi prometido. Sabemos que alimentação dessas crianças, muitas delas, tem alimentação exclusiva daquilo que é dado na escola. Então, não é só uma questão de educação, é de assistência social e aí, tenha certeza que a Câmara Municipal do Recife, através dos seus 39 vereadores, estará presente. Particularmente, eu estarei presente na entrega desses kits, de maneira que os gestores dessas escolas também tenham apoio. Sabemos que é novidade para eles também”, arguemtou o líder da Oposição. Na próxima terça-feira, será feita a entrega de mais kits para os alunos e o vereador colocou que ele, e mais alguns legisladores, estarão presentes para acompanhar de perto o processo.

Renato adotou o comportamento de conciliação entre governo e opositores para combater a pandemia do COVID-19. Para ele, o momento exige unidade de todos para que se tenha êxito no combate à crise na saúde pública mundial. O vereador, que faz parte de uma comissão especial que criada para tratar exclusivamente desse caso, afirmou que tem participado efetivamente e acompanhado de perto tudo que vem sendo relacionado ao assunto.

“Esse é um momento que não cabe a gente tratar o assunto com o viés da Oposição, ou se é governista, nós todos somos recifenses e é aquela ideia de estarmos juntos combatendo esse mal. Então, a casa José Mariano se une como um todo ao pode Executivo da cidade”, afirmou. Ele considera as medidas que vêm sendo tomadas pelo governo municipal assertivas e importantes para que o Recife “não se torne uma Itália”, fazendo uma alusão às muitas mortes que vêm acontecendo por conta da epidemia do coronavírus no país europeu.

O vereador esteve na prefeitura do Recife na manhã desta sexta-feira (20) com mais cinco vereadores reunidos com o chefe de gabinete do prefeito Geraldo Júlio, Rodrigo Farias, e com secretário de Governo, João Guilherme Ferraz, e visitaram o centro de monitoramento da pandemia na cidade. 

 

 Ouça a entrevista completa:

 

 

veja também

comentários

comece o dia bem informado: