A reunião tratou da importância de o Congresso Nacional analisar novas fontes de financiamento para os Estados
A reunião tratou da importância de o Congresso Nacional analisar novas fontes de financiamento para os EstadosFoto: Luis Macedo/Agência Câmara

O governador Paulo Câmara (PSB) defendeu, nesta quarta-feira (26), durante reunião do Fórum Nordeste com o presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), a execução de uma agenda de desenvolvimento para o país dissociada da discussão da reforma da Previdência. O posicionamento do governador acontece em meio às discussões em torno da reinclusão de estados e municípios no texto da Nova Previdência, que, segundo afirmações de Rodrigo Maia, não deve acontecer nesta quarta-feira.
  
"Quem tem como pauta única a reforma da Previdência é o Governo Federal. Nós governadores estamos lidando com seis meses de paralisia em todas as áreas, e precisamos encontrar caminhos para o retorno dos investimentos, da geração de empregos e a retomada do crescimento em nossos Estados", afirmou o governador de Pernambuco.

No encontro, realizado no escritório de representação do Ceará, em Brasília, Paulo Câmara pontuou que a concentração do debate nacional no tema, provocada pelo Governo Federal, tem impedido o avanço de um conjunto de medidas com impacto significativo nas economias dos Estados.

Ao longo da reunião com Rodrigo Maia, Paulo Câmara e os demais governadores nordestinos ressaltaram a importância de o Congresso Nacional analisar novas fontes de financiamento para os Estados, tendo como ponto de partida pautas que já estão tramitando no Legislativo. No conjunto de pontos destacados pelos governadores estão a cessão onerosa, o Fundo Social, a securitização da dívida, alterações no Fundo de Participação dos Estados (FPE), Plano Mansueto, entre outros.

"Essa agenda já conta com um bom entendimento do Congresso Nacional e dialoga diretamente com a retomada dos investimentos no nosso País. Vai nos dar mais garantias para reforçar as ações do poder público nas áreas de educação, saúde, segurança e na geração de emprego e renda", frisou Paulo Câmara.

assuntos

comece o dia bem informado: