O tema da 10ª edição foi Marítimos, uma homenagem aos funcionários do Porto
O tema da 10ª edição foi Marítimos, uma homenagem aos funcionários do PortoFoto: Divulgação

O projeto Tô na Feira, do Complexo Industrial Portuário de Suape, reuniu na sua 10ª edição mais de 300 pessoas e trouxe o tema Marítimos como forma de homenagear os funcionários que trabalham no Porto. A feira aconteceu nesta quinta-feira (5) e reuniu colaboradores das empresas que fazem parte do Complexo para adquirir os produtos feitos por agricultores e artesãos da região, valorizando e incentivando a cultura e o empreendedorismo local. Na ocasião, os dois anos da Feira foram comemorados com um bolo para os participantes, proporcionando agradecimentos, afeto e celebração.

“O Porto é o coração da empresa e, dada a dedicação de toda a equipe que faz parte disso, a Diretoria de Gestão Fundiária e Patrimônio quis prestigiar essas pessoas. São elas que fazem a Empresa Suape aparecer mais no universo regional e nacional, tornando-se referência na área”, afirmou Sebastião Pereira Lima, diretor de Gestão Fundiária e Patrimônio de Suape.

O evento, que aconteceu no hall do Centro Administrativo do Complexo Industrial Portuário de Suape, contou com cerca de 13 comunidades que comercializaram os produtos produzidos pelas famílias que moram no território de Suape. O projeto existe há dois anos e tem o objetivo principal de aproximar as comunidades das empresas de Suape, ajudando a fomentar o comércio local a sustentabilidade da região.

“Eu vivo da comunidade agricultura familiar. Plantamos banana, graviola, maracujá entre outras frutas. Estamos aqui representando essa cultura. O Tô na Feira se tornou uma vitrine para nós, para vendermos e expormos nossos produtos aos empresários da região. Essa feira ressalta a importância da agricultura familiar, mostrando o valor do nosso trabalho”, afirmou Clodomir Vieira de Azevedo, agricultor do Assentamento Bruno Maranhão.

Já Orlanda Maria, da comunidade Vila Nazaré, que trouxe licor, doce de banana, diversos tipos de geleias, caldinho de camarão e pimenta, contou como o projeto traz ótimas oportunidades. “O Tô na Feira me traz várias amizades e ajuda bastante a divulgar o meu trabalho. Fico muito feliz com essa iniciativa”, ressaltou.

"A equipe está de parabéns por tudo. Pela organização, pelo aconchego. A gente sempre se sente acolhida. Tenho dois anos de feira e sempre sou surpreendida positivamente”, contou Leida Maria Alves, do Cabo.

assuntos

comece o dia bem informado: