A música também possui grande importância para a economia das cidades pernambucanas
A música também possui grande importância para a economia das cidades pernambucanasFoto: Wesley D'Almeida

O deputado estadual Wanderson Florêncio (PSC) apresentou, na Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco, o Projeto de Lei 486/2019, que institui o Forró como Patrimônio Imaterial Cultural de Pernambuco. A iniciativa é pioneira no Brasil.

Terra de Luiz Gonzaga, considerado o Rei do Baião e principal nome do forró, Pernambuco é um celeiro de grande artistas Cristina Amaral, Dominguinhos, Jorge de Altinho, Marinês, Nádia Maia, Petrúcio Amorim, Santanna, ano a ano produz milhares de músicos. A música também possui grande importância para a economia das cidades pernambucanas, sendo o São João uma da principais festas do estado.

“É mais uma forma de preservarmos as nossas tradições. O forró é mais do que um ritmo musical. As canções falam muito sobre a sociedade nordestina, o cotidiano das pessoas, desde as grandes cidades até aquele município no interior. Da criança ao idoso, não tem que não goste e admire o forró”, afirmou Wanderson Florêncio.

assuntos

comece o dia bem informado: