No TCE-PE, foram feitas mais de 100 auditorias a partir do método, que está sendo implantado pelos Tribunais de Contas Municipais do estado do Pará
No TCE-PE, foram feitas mais de 100 auditorias a partir do método, que está sendo implantado pelos Tribunais de Contas Municipais do estado do ParáFoto: Divulgação

O analista de Contas Públicas do TCE-PE Ricardo Souza lança, nesta quinta-feira (28), o livro “Auditoria previdenciária de sustentabilidade atuarial: regimes próprios de Previdência Social”. A obra apresenta o método de auditoria desenvolvido por ele a partir de experiência no Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE). Será às 9h, no auditório do 10º andar do Tribunal, com a presença do secretário de Previdência do Ministério da Economia, Leonardo Rolim, que ministrará uma palestra.

“Esse método de auditoria surgiu da preocupação de superar o mero controle da legalidade e, a partir da avaliação atuarial, avaliar a gestão do regime próprio, comparando exercícios diferentes, analisando a tendência do regime próprio, as metas traçadas e os resultados atingidos. Com isso, vamos além das auditorias que olham os quesitos formais e buscamos analisar o desempenho e efetividade do regime próprio”, explica Ricardo Souza.

No TCE-PE, foram feitas mais de 100 auditorias a partir do método, que está sendo implantado pelos Tribunais de Contas Municipais do estado do Pará.
Além de analista, Ricardo é advogado previdenciário, mestre em Gestão de Políticas Públicas sob o tema Fundos Previdenciários Municipais e Desenvolvimento Sustentável e foi o primeiro presidente da Reciprev.

PALESTRAS

O lançamento também contará com três palestras: Leonardo Rolim (secretário de Previdência do Ministério da Economia), Sérgio Leão, conselheiro-presidente do TCM-PA (que prefacia o livro de Ricardo Souza), e de Vanessa Sodré, auditora do TCE-PE e co-autora. Elas culminarão em um debate sobre o “Novo Papel do Controle Externo pós Reforma da Previdência”.

assuntos

comece o dia bem informado: