Coletiva de Imprensa no Centro Integrado de Comando e Controle Regional de PE. Na Foto, Governador, Paulo Câmara.
Coletiva de Imprensa no Centro Integrado de Comando e Controle Regional de PE. Na Foto, Governador, Paulo Câmara.Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Órgãos do Executivo já estão mobilizando forças de segurança pública para garantir serviços essenciais, como transporte público e abastecimento de refinarias, diante dos bloqueios em rodovias impostos por paralisações de caminhoneiros. No Rio, uma escolta levou um comboio de caminhões-tanque para dentro da Reduc, refinaria da Petrobras em Duque de Caxias, na tarde desta sexta-feira (25).

Em São Paulo, a Prefeitura já atua para confiscar combustível. Após prefeitura e PM baterem cabeça pela manhã, o prefeito Bruno Covas conseguiu apoio das forças policiais que escoltaram caminhões-tanque até garagens de ônibus na zona sul. Assim, garantiu o abastecimento de parte da frota municipal -empresas prometem transporte normal neste fim de semana.

No plano federal, Temer publica nesta sexta decreto que autoriza agentes do Exército, Polícia Rodoviária Federal, Força Nacional e Polícia Militar a desobstruir rodovias, inclusive entrando nos caminhões para retirá-los até mesmo dos acostamentos.

Leia também
Greve dos caminhoneiros pode ter impacto relevante no PIB, diz Eduardo Guardia
PF investiga se há prática criminosa em greve de caminhoneiros
Ônibus: 30% da frota deve circular, nesta sexta, fora do horário de pico


governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), enviou nesta sexta um ofício ao Exército, pedindo que as Forças Armadas permitam acesso aos tanques de combustível da corporação para abastecer a frota de veículos públicos do estado.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: