Carlos Marun
Carlos MarunFoto: Wikipedia

O ministro Carlos Marun, da Secretaria de Governo da Presidência da República, informou neste sábado (26) que o governo começará a aplicar multas no valor de R$ 100 mil por hora parada a quem descumprir o acordo firmado para desbloqueio das rodovias. Ele acrescentou que a Polícia Federal já tem inquéritos abertos para investigar a origem do movimento e que já existem até mesmo pedidos de prisão.

Marun concedeu entrevista após reunião, no Palácio do Planalto, com o presidente Michel Temer e ministros que integram o gabinete de crise, para avaliar a situação nas rodovias federais.

Leia também:
Temer convoca forças federais de segurança para desbloquear estradas
Crise dos combustíveis: como o País chegou até esse ponto?


Após a reunião, o ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência ressaltou que haverá nova etapa de discussões à tarde. Ele evitou passar números detalhados sobre rodovias bloqueadas. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e as Forças Armadas fazem esse controle. Marun reiterou que os poderes executivos Federal e estaduais estão autorizados a atuar para buscar a normalidade.

Questionado sobre o abastecimento de combustíveis a partir da refinaria de Paulinia, Marun disse que há um planejamento de ações, coordenado pela Presidência da República, no esforço de garantir que não faltem produtos nos postos.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: