Procurador-geral de Justiça/MPPE, Francisco Dirceu Barros
Procurador-geral de Justiça/MPPE, Francisco Dirceu BarrosFoto: Maria Nilo/FolhaPE

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) lidera o Transparentômetro entre os MPs brasileiros, segundo o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), que divulgou mais um ranking de avaliação dos Portais de Transparência dos Ministérios Públicos. Além de Pernambuco, os MPs do Acre, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Sergipe completaram a sequência dos melhores ranqueados.

Para obter o resultado, o CNMP e essas unidades cumpriram 100% das determinações da Lei de Acesso à Informação e de resoluções Conselho, que tratam de transparência na divulgação dos dados. Todas as unidades e ramos do Ministério Público brasileiro obtiveram índice superior a 95% na avaliação dos Portais Transparência.

“Chegamos ao primeiro lugar no meio de 2018, depois de um trabalho de em um ano e seis meses, saindo da 25ª posição, e permanecemos na liderança. É algo inédito e que simboliza uma verdadeira mudança de cultura dentro do MPPE. Hoje, a transparência é um dos principais pilares de nosso trabalho e fruto de um esforço coletivo. Trabalhamos para oferecer informações claras e precisas sobre a gestão institucional, gerando clareza na execução orçamentária e financeira, na gestão de pessoas, no planejamento estratégico e em outros pontos. É nossa prioridade e nosso compromisso social. Muito mais do que uma obrigação legal, a transparência é uma diretriz no MPPE, pois nos torna uma organização confiável e, assim, fortalecida”, disse o procurador-geral de Justiça do MPPE, Francisco Dirceu Barros.

“O desafio agora passa a ser manter-se na primeira colocação permanentemente”, pontuou o secretário-geral do MPPE, Alexandre Bezerra. "Manter esse nível de transparência favorece o controle social e o cidadão que busca informações sobre nosso órgão. A manutenção no topo do ranking mostra, além do tratamento da transparência como prioridade, um grande espírito de equipe de todos que fazem a instituição. Apenas com grande compromisso com a sociedade e com entrosamento na gestão é possível manter esse tipo de resultado”, disse o controlador ministerial interno do MPPE, Rodrigo Amaro.

assuntos

comece o dia bem informado: