Teresa Leitão (PT), em entrevista à Rádio Folha
Teresa Leitão (PT), em entrevista à Rádio FolhaFoto: Julya Caminha/Folha de Pernambuco

A disputa pela terceira-secretaria na eleição da mesa diretora da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) ganhou novos capítulos, na tarde de ontem. Em tese, tudo se encaminhava para não ter um bate-chapa, com o PT indicando o nome da deputada Teresa Leitão (PT) para ocupar a cadeira. Entretanto, o deputado estadual Rogério Leão (PR) presidente da Comissão de Negócios Municipais e integrante do bloco PR/PSL composto por ele próprio, Henrique Filho e Fabrizio Ferraz, decidiu que disputará a terceira-secretaria da Alepe. O nome do deputado é visto como uma alternativa competitiva pela sua relação com os demais integrantes da Casa Joaquim Nabuco, mas o nome da deputada ainda é visto como o mais cotado para vencer a disputa.

Reeleita para o seu quinto mandato consecutivo, e presidente da Comissão de Educação e Cultura, a deputada Teresa Leitão se mostrou surpresa em relação ao possível bate-chapa, mas garantiu que seguirá na disputa até o final. “Fiquei sabendo pela imprensa. Não falei com ele (Rogerio Leão) ainda. Para mim fica difícil recuar agora. Desde o ano passado que me apresento e converso com os colegas para sentir a receptividade.

Como houve boa acolhida, segui em frente e já conversei com quase todos os colegas”, disse. Teresa também confirmou que “pretende concluir as conversas amanhã”.
Sobre o critério de proporcionalidade, a parlamentar afirmou que mesmo o PR tendo menos parlamentares, é possível que a sigla indique um possível nome.

assuntos

comece o dia bem informado: