Felipe Carreras
Felipe CarrerasFoto: FOTO: PAULLO ALLMEIDA - Arquivo Folha

Após decisão do diretório nacional do PSB de suspender nove parlamentares por 12 meses de cargos e funções no partido e na Câmara Federal por votarem a favor da reforma da Previdência, na tarde desta sexta-feira (30), em Brasília, o pernambucano Felipe Carreras deverá perder muitos espaços na Casa.

Felipe Carreras está suspenso do cargo de titular do PL 3453/0, sobre Parceria Público privadas, e da titularidade das seguintes comissões: Comissão Externa do Ministério da Educação, da Subcomissão Permanente do Futebol, da Subcomissão especial da Indústria do Esporte, da Comissão de Defesa do Consumidor, da Comissão do Esporte, Comissão de Viação e Transportes, da Comissão de Turismo eda suplência da CPI sobre práticas ilícitas no âmbito do BNDES.

Sanção

Ficam os nove deputados julgados impedidos de assumir novos cargos e sem direito a voto nas reunião partidárias, bem como de serem votados em qualquer função, inclusive liderança. Além disso, perdem cargos e funções que exerçam na Câmara dos Deputados. Após seis e meses, uma comissão formada pelo presidente do partido, pelo líder da bancada da Câmara Federal e por membros titulares do Conselho de Ètica e Fidelidade Partidária decidirá se o o parlamentar ajustou a conduta e pode ter sua pena encerrada.

Resultado do julgamento:

Expulso:

Átila Lira (PI)

Suspensos por 12 meses:

Emidinho Madeira (MG),
Felipe Carreras
Felipe Rigoni (ES)
Ted Conti (ES)
Jefferson Campos (SP)
Liziane Bayer (RS)
Rodrigo Agostinho (SP)
Rosana Valle (SP), Rodrigo Coelhi (SC) e

Assista ao julgamento:
https://www.facebook.com/psbnacional40/videos/2636123943114094/

assuntos

comece o dia bem informado: