Senador reeleito Humberto Costa (PT), durante a cerimônia de posse do governador Paulo Câmara (PSB) e da vice-governadora Luciana Santos (PCdoB)
Senador reeleito Humberto Costa (PT), durante a cerimônia de posse do governador Paulo Câmara (PSB) e da vice-governadora Luciana Santos (PCdoB)Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

O senador reeleito e líder da Oposição no Senado, Humberto Costa (PT), durante a cerimônia de posse do governador Paulo Câmara (PSB) e da vice-governadora Luciana Santos (PCdoB), nessa terça-feira (1º), na Assembleia Legislativa de Pernambuco (ALEPE), elogiou a atuação do chefe do executivo, seu aliado no último pleito eleitoral.

"Paulo fez uma afirmação política muito forte de que Pernambuco é, e sempre foi, um Estado comprometido com a liberdade, com a democracia. Vamos apoiar aquilo que seja do interesse de Pernambuco e do Brasil. Estaremos juntos para resistir a qualquer tentativa de prejudicar Pernambuco" disse o senador, reeleito pela Frente Popular.

Humberto também comentou, em entrevista coletiva após a cerimônia, sobre a oposição que será exercida ao governo de Bolsonaro e, também, sobre a decisão do seu partido de não comparecer à do presidente, também ocorrida nesta terça (1º), no mesmo horário do evento em Pernambuco. "O tom da oposição também é dado pelo tom que o governo dá. Nós, por exemplo, não fomos à posse porque, desde que ganhou, Bolsonaro, ao invés de lançar ao Brasil um pedido de conciliação, procurar superar os conflitos e enfrentamentos, só tem aprofundado tudo isso. Então, para nós, era importante deixar marcado essa nossa posição", frisou Humberto.

assuntos

comece o dia bem informado: