A secretária de Turismo, Esportes e Lazer do Recife, Ana Paula Vilaça
A secretária de Turismo, Esportes e Lazer do Recife, Ana Paula VilaçaFoto: Julya Caminha

O Recife será a primeira capital do Nordeste a receber o projeto social Gol do Brasil, que usa o futebol como ferramenta de promoção da educação e da cidadania. As atividades do projeto começam nesta semana, fruto de parceria entre Prefeitura do Recife, Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e Federação Pernambucana de Futebol (FPF), e atenderão 240 crianças e adolescentes, com idade entre 6 e 17 anos.

O lançamento acontece às 19h da terça-feira (12), no auditório da FPF, com a presença de representantes das três instituições parceiras. A primeira etapa do projeto será a capacitação de 40 profissionais de Educação Física, na quarta (13) e quinta (14), na FPF e no Sport Club do Recife, com metodologia desenvolvida pela CBF e chancelada pela FIFA. Em seguida, quatro deles serão selecionados para ministrar as aulas às crianças e adolescentes atendidos pelo projeto.

As aulas (que abrangem os aspectos teóricos e práticos) começarão em fevereiro, no campo do União da Macaxeira. “É obrigatório que tenhamos pelo menos uma turma feminina contemplada. A ideia é usar o futebol como vetor de transformação da vida dos alunos atendidos”, afirma a secretária Ana Paula Vilaça.

Lançado em 2017, o projeto Gol do Brasil tem o objetivo de construir um futuro melhor para as crianças beneficiadas, além de incentivar e democratizar o acesso à formação esportiva no futebol. A metodologia prevê que os profissionais acompanhem o desempenho dos alunos, por meio de plataforma digital, incluindo o monitoramento dos indicadores escolares das crianças, bem como sua rotina na comunidade e em família.

assuntos

comece o dia bem informado: