Presidente Michel Temer
Presidente Michel TemerFoto: Evaristo Sá/AFP

Nesta segunda (29), em sua primeira entrevista à imprensa após a eleição, para a TV Record, o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) afirmou que vai conversar com o presidente Michel Temer para tentar aprovar "ao menos parte" da reforma da Previdência ainda em 2018, antes de assumir o cargo.

"Semana que vem estaremos em Brasília e tentaremos junto ao atual governo de Michel Temer aprovar alguma coisa. Senão toda a reforma da Previdência, ao menos parte, para evitar problemas para um futuro governo", afirmou.

Bolsonaro afirmou ainda que vai pedir ao atual Congresso que evite "pautas bobas que aumentem ainda mais esse déficit, sob o risco de o Brasil entrar em colapso".

"As conversas já conversaram. Muitos partidos vieram conversar comigo."

Leia também:
Bolsonaro venceu em dezesseis estados, Haddad em onze
Os possíveis homens fortes do governo Bolsonaro
Bolsonaro só vai a Brasília na próxima semana, diz futuro ministro da Casa Civil 

MORO

Bolsonaro afirmou ainda que pretende convidar o juiz Sergio Moro para ocupar o cargo de Ministro da Justiça em seu governo, ou para indicá-lo ao Supremo Tribunal Federal.

"Se tivesse falado isso lá atrás, durante a campanha, soaria oportunista, mas agora, sim: pretendo, sim [convidar Moro], não só para o Supremo, mas quem sabe para o Ministério da Justiça. Pretendo conversar previamente com ele. Com toda certeza será uma pessoa de extrema importância [em meu governo]", disse.

veja também

comentários

colabore com a folha

comece o dia bem informado: