Reunião de monitoramento
Reunião de monitoramentoFoto: Divulgação

O município do Ipojuca encerrou o ano de 2019 com uma redução de 50% no número de homicídios em comparação ao ano de 2018, sendo o menor índice registrado nos últimos nove anos e o melhor resultado entre todas as cidades da Região Metropolitana do Recife (RMR). Os dados oficiais dos crimes violentos letais intencionais (CVLI) foram divulgados ontem (11) durante uma reunião realizada pela Secretaria estadual de Defesa Social em conjunto com a Secretaria de Planejamento e Gestão do Governo do Estado.

Ipojuca fechou o último ano com 43 mortes, enquanto cidades como Recife apresentou 486 (redução de 18%), Jaboatão dos Guararapes registrou 291 homicídios (redução de 8%) e Cabo de Santo Agostinho 153 (redução de 17%). É menor número de homicídios contabilizados em Ipojuca na série histórica desde 2010. A apresentação dos números, realizada no Recife, reuniu os secretários de segurança de todos os municípios da RMR.

“Realizamos um investimento forte nessa questão da segurança pública, garantindo que tanto os moradores como os turistas que visitam nossa cidade se sintam seguros. Estamos fortalecendo essa área e neste ano de 2020 vamos garantir ainda mais ações para reforçar a segurança em Ipojuca permitindo índices ainda mais baixos”, destacou a prefeita Célia Sales.

Na mesma linha, o secretário de Defesa Social do Ipojuca Osvaldo Morais, atribuiu o primeiro lugar na redução de homicídios entre os municípios da Região Metropolitana do Recife aos investimentos. “O índice é fruto da prioridade que a prefeita Célia Sales tem dado a questão da segurança pública em Ipojuca. Temos, só pra citar algumas coisas, uma Guarda Municipal valorizada, recebendo o maior piso salarial de Pernambuco, uma Central de Monitoramento com 100 câmeras que faz a cobertura de todo o município e, mais recente, o investimento de R$400 mil para aquisição de coletes nível 2 a prova de munição calibre 9mm e de objetos perfurantes”, explicou
.
Os dados da SDS estadual também mostram que o ano de 2017 foi o pior resultado para a série histórica, quando o município chegou a registrar 139 mortes violentas. A curva de violência que vinha crescendo, desde 2015, teve uma queda vertiginosa por causa dos investimentos na área. A instalação de mais de 700 LED (mais claras e econômicas) e a implantação do Plano de Segurança Escolar para o combate ao tráfico de drogas em 64 unidades de ensino do município são exemplos reais do trabalho municipal que permitiu essa queda. Outro fator positivo foi a criação do Aplicativo 153 Digital, que permite o cidadão informar ocorrências de violência por meio de fotos, vídeos e até a localização do fato.

Índices de redução de violência em Pernambco

Índices de redução de violência em Pernambco

assuntos

comece o dia bem informado: