Tribunal Superior Eleitoral (TSE)
Tribunal Superior Eleitoral (TSE)Foto: José Cruz/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro decidiu nomear Sérgio Silveira Banhos ministro do Tribunal Superior Eleitoral na vaga que será deixada por Admar Gonzaga.

Com isso, Bolsonaro frustra indicação da presidente da corte, a ministra Rosa Weber, que apostou em Grace Mendonça para o posto. Grace foi advogada-geral da União na gestão de Michel Temer.

Leia também:
'Carlos tem liberdade para expor suas ideias', defende Bolsonaro
STF está sob ataque e sofre momento de descrédito, afirma Barroso
Presidente do BB atende Bolsonaro, demite diretor e tira do ar comercial com jovens descolados

Banhos, o escolhido de Bolsonaro, é juiz substituto da corte. Sua indicação tinha a simpatia do presidente do Supremo, ministro Dias Toffoli, e de Admar Gonzaga, que está de saída do TSE.

Ele atuará na corte nas eleições municipais de 2020.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: