Deputada Gleide Ângelo (PSB), em visita à Folha de Pernambuco
Deputada Gleide Ângelo (PSB), em visita à Folha de PernambucoFoto: Jose Britto / Folha de Pernambuco

Em vista à Folha de Pernambuco, a deputada estadual Gleide Angelo (PSB) anunciou um projeto que ela está articulando com entidades públicas e privadas para prestar assistência psicológica e inserir mulheres vítimas de violência no mercado de trabalho. De acordo com a parlamentar, o projeto será implantado de forma piloto no Recife e será chamado de "Tua Vez". A ideia é fazer o encaminhamento das mulheres víitimas de violência que procurarem a Delegacia de Defesa da Mulher de Santo Amaro para apoio pisológico e capacitação profissional.
O termo de cooperação envolverá a Secretaria de Defesa Social - por meio da Polícia Civil - a Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação, a Secretaria da Mulher do Recife e instituições como o Instituto Maria da Penha e o Instituto Clarice Lispector. Segundo Gleide, o objetivo é alcançar mulheres que procuram apoio para sair da situação de violência."A Delegacia de Santo Amaro é a porta de entrada das mulheres vítimas de violência que não têm lugar para ir e não têm emprego. Esse é o nosso público alvo", explica Gleide. Segundo a deputada, é um projeto pessoal desenvolvido em paralelo à sua atuação parlamentar.

"Mulher que Sofre calada, morre calada", afirmou a deputada, que lembrou que ainda é alto o número de subnotificação. Segundo ela, a dependencia financeira e emocional são fatores que fragilizam as mulheres e muitas vezes são determinantes para que elas não denunciem os agressores.
O projeto
Após serem acolhidas na delegacia, após o registro do boletim de ocorrência e terem garantidas suas medidas protetivas, onde as vítimas reponderão a um questionário e serão encaminhadas para o Centro de referência Clarice Lispector, onde terão apoio psicológico. Depois desse apoio, elas serão encaminhadas para o Instituto Maria da Penha e para a Secretaria do Trabalho, onde terão acesso a cursos de empreendedorismo. A Secretaria do trabalho irá oferecer, inclusive, cursos nas comunidades onde essas mulheres moram.
Nova sede do Instituto
Apesar de ter sido fundado há 10 anos, o Instituto Maria da Penha não tem ainda sede em Pernambuco. Mas, graças a uma parceria com a Secretaria do trabalho, passará a ter em breve, antecipou Gleide Ângelo. Ela conta que a pasta cedeu um andar inteiro para abrigar a instituição, com inauguração prevista para o mês de setembro.

comece o dia bem informado: