Entre os temas do encontro, o direcionamento da mulher em situação de vulnerabilidade.
Entre os temas do encontro, o direcionamento da mulher em situação de vulnerabilidade.Foto: Divulgação

A Lei Maria da Penha foi o principal tema abordado pela secretária da Mulher, Walkíria Alves, e policiais do 9° Batalhão de Polícia Militar de Garanhuns, em uma reunião, na manhã desta quarta-feira (14). As advogadas, Rosário Sarduy e Sinaly Monteiro, que fazem parte do Centro Especializado em Atendimento à Mulher (Ceam), vinculado à Secmul, também participaram da atividade de formação, com uma abordagem sobre direcionamento da mulher em situação de vulnerabilidade.

Em Garanhuns, mais de 400 mulheres possuem medidas protetivas asseguradas pela Lei 11.340/06, a Maria da Penha. De acordo com a titular da pasta, é preciso um olhar diferenciado para o crime de violência doméstica, para que a demanda seja encaminhada de forma correta. “O trabalho da Polícia Militar no atendimento a mulheres vítimas de violência tem se destacado e é importante trabalharmos em parceria, com uma rede de apoio a estas mulheres. A mulher que é acompanhada pelos orgãos de proteção sente mais facilidade em sair do ciclo de violência”, finalizou Walkíria.

Atualmente, a Secmul atua na prevenção e proteção a mulheres vítimas de violência, com serviços de assistência social e jurídica e psicologia, além de projetos de conscientização ao respeito às mulheres. A secretaria é destaque no estado, tendo vencido o prêmio Prefeitura Amiga da Mulher, promovido pela Assembleia Legislativa de Pernambuco. A Secmul atende pelo telefone (87) 3762-9115.

comece o dia bem informado: