GOLPE

Prefeito do Recife, João Campos, é vítima do "golpe do Pix"

Gestor municipal avisou, em suas redes sociais, que alguém está se passando por ele

Prefeito do Recife, João CamposPrefeito do Recife, João Campos - Foto: Daniel Tavares / PCR

Na noite desta quarta-feira (6), o prefeito do Recife, João Campos, usou as suas redes sociais para alertar a população que há um alguém tentando se passar por ele no WhatsApp. A pessoa estaria tentando aplicar o famoso “golpe do pix”, quando um cibercriminoso utiliza a foto de alguém conhecido para pedir transferências bancárias envolvendo a modalidade financeira.

“Alguém está se passando por mim no WhatsApp para pedir transferências bancárias. Estou prestando queixa na Delegacia de Crimes Cibernéticos, mas fiquem de olho: se alguém entrar em contato com vocês em meu nome pedindo para fazer um pix, é golpe”, publicou o prefeito no Instagram.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by João Campos (@joaocampos)

 

Como funciona o golpe
Com a popularização do Pix, que permite transações bancárias sem cobrança de taxas e com envio imediato, muitos estelionatários tentam usar o serviço para obter ganhos mais rapidamente. Os riscos de golpe envolvendo a modalidade se tornaram tão frequentes que o Banco Central precisou introduzir restrições para as transferências. Transações feitas entre 20h e 6h e nos fins de semana, tem o valor limitado. 

Apesar do susto, o prefeito do Recife segue com seu número de telefone tradicional, já que esse tipo de cibercrime difere daqueles em que a conta do WhatsApp do usuário é clonada. Neste caso, o estelionatário tenta se passar por outra pessoa, mesmo sem ter o acesso ao número de telefone original, apenas com a foto e com a lábia. Uma dica importante é prestar atenção nos dados do destinatário. Se você não conseguir reconhecer o nome de quem vai receber a transferência, não conclua a transação.

Veja também

Pressionado por governistas e oposição, Pacheco diz que decide sobre CPI do MEC no início da semana
Senado

Pressionado por governistas e oposição, Pacheco diz que decide sobre CPI do MEC no início da semana

PGR defende ao STF atuação do Ministério da Defesa em propostas sobre urnas eletrônicas
Sistema eleitoral

PGR defende ao STF atuação do Ministério da Defesa em propostas sobre urnas eletrônicas