Presidente da OAB e Gilmar Mendes elogiam novo ministro da Justiça

Felipe Santa Cruz afirma que, em mais de um ano de governo Bolsonaro, nunca foi recebido pelo ex-ministro Sergio Moro

André Mendonça, ministro da Justiça e Segurança PúblicaAndré Mendonça, ministro da Justiça e Segurança Pública - Foto: José Cruz/Ag. Brasil

O presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, elogiou a escolha do presidente Jair Bolsonaro, que indicou o advogado e pastor André Mendonça para o Ministério da Justiça.

Segundo ele, o novo ministro, que até então comandava a AGU (Advocacia-Geral da União) "é muito técnico e deve ser, no cargo, um elemento de diálogo para o qual a OAB sempre esteve aberta".

Leia também: 

Ações na Justiça tentam barrar posse de Ramagem no comando da PF

Após pressão e críticas, ministro Nelson Teich convida secretários de Saúde para reunião 

Já na segunda (27), Santa Cruz enviou uma mensagem a Mendonça felicitando-o pela indicação. "Ministro, escrevo em nome da nossa entidade para lhe dar os parabéns pela nomeação para MJ. Estamos muito felizes. Que esse seja um passo no caminho do diálogo que sua postura tão bem incorpora", afirmou.

O presidente da OAB afirma que, em mais de um ano de governo Bolsonaro, nunca foi recebido pelo ex-ministro Sergio Moro, apesar de ter feito vários pedidos de audiência.

Santa Cruz elogiou também a escolha de José Levi, que comandava a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, para comandar a AGU.

"Os dois têm currículo e capacidade técnica", diz o presidente da OAB.
Mendonça e Levi foram elogiados publicamente também pelo ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal). O magistrado postou uma mensagem no Twitter dizendo que "se notabilizaram pelo trabalho técnico, pela integridade e pelo zelo às instituições. São símbolos maiores da excelência da Advocacia Pública Federal Brasileira".

Advogados também engrossam o coro dos elogios. "A indicação do Ministro da AGU, Andre Mendonça, para ministro da Justiça é um alento, principalmente neste momento grave pelo qual passa o país. O Ministro é um homem sério, que conhece Direito e preza pela manutenção do estado democrático de direito. Requisitos fundamentais para ocupar o cargo de Ministro da Justiça", diz o advogado Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, um dos mais renomados de Brasília. 

 

Veja também

Em live, Bolsonaro cita denúncia de vídeo de astrólogo que faz acupuntura em árvores
LIVE

Em live, Bolsonaro cita denúncia de vídeo de astrólogo que faz acupuntura em árvores

Após três anos falando em fraude eleitoral, Bolsonaro assume não ter prova e cita astrólogo
Live

Após três anos falando em fraude eleitoral, Bolsonaro assume não ter prova e cita astrólogo