Presidente do Senado diz que reforma da Previdência foi mal avaliada pela equipe econômica

Eunício Oliveira ainda comento que se a reforma tivesse sido enviada mais enxuta, poderia ter sido aprovada junto com a reforma trabalhista.

Presidente do Senado Eunício OliveiraPresidente do Senado Eunício Oliveira - Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

O presidente do Senado, Eunício Oliveira, disse nesta quinta-feira (8) que a reforma da Previdência foi mal avaliada pela equipe econômica do governo quando enviada ao Congresso Nacional no ano passado. “A reforma [da Previdência] foi colocada com 200 penduricalhos, e as informações são tantas que ficaram contraditórias”.

Ao dar as declarações em café da manhã com jornalistas, o presidente do Senado disse ainda que se a reforma tivesse sido enviada mais enxuta, poderia ter sido aprovada junto com a reforma trabalhista.

Leia também:
Eunício admite que será difícil Senado votar reforma da Previdência às pressas
Maia e Eunício fecham acordo para votar reforma em fevereiro, diz Jucá
Falta de dados e falhas marcam investigação sobre Jucá no STF

“Se a reforma da Previdência não for aprovada, não é uma catástrofe”, disse, considerando um cenário para os próximos três anos. Mesmo assim, disse que é um problema que terá que ser resolvido e que os candidatos à Presidência da República vão ter que enfrentar.

Eunício Oliveira avaliou ainda que a reforma como está vai sair mais “micro ou defeituosa”. E acrescentou que se chegar ao Senado ainda este ano, o texto terá que ser debatido e passar pela Comissão de Assuntos Econômicos da Casa antes de ir a plenário.

Veja também

PF teme uso eleitoral de inquérito com acusações de Moro contra BolsonaroBrasil

PF teme uso eleitoral de inquérito com acusações de Moro contra Bolsonaro

Aliado de Doria anula CPI que investigaria suspeitas sobre tucanos e Paulo PretoBRASIL

Aliado de Doria anula CPI que investigaria suspeitas sobre tucanos e Paulo Preto