A-A+

Presidente do STJ suspende processo que tramita em SP contra Temer

A medida é válida até que a Quinta Turma do tribunal julgue o caso definitivamente

Ex-presidente Michel TemerEx-presidente Michel Temer - Foto: Evaristo Sá/AFP

Leia também

• Bolsonaro diz que Moro ficará na Justiça se pasta da Segurança for recriada

• Bolsonaro recua e diz ter zero chance de esvaziar agora ministério de Moro

• Presidente do STJ suspende processo que tramita em SP contra Temer

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, decidiu nesta sexta-feira (24) suspender a tramitação de uma ação penal aberta contra o ex-presidente Michel Temer pelo suposto crime de lavagem de dinheiro. A medida é válida até que a Quinta Turma do tribunal julgue o caso definitivamente.

Ao recorrer ao STJ para suspender a ação, que está em tramitação na Justiça de São Paulo, a defesa de Temer sustentou que o processo deve ser julgado pela Justiça Federal em Brasília, onde outra ação contra o ex-presidente está em tramitação. O caso envolve o suposto pagamento de R$ 1,6 milhão em espécie para custear a reforma da casa de filha de Temer, Maristela.

Na liminar, o presidente do STJ entendeu que "há certa relação de dependência" entre as ações e a defesa pode ter prejuízos se as ações continuarem em andamento de forma separada.

Leia também:
STJ julga em 2020 mensalidades por faixa etária de planos de saúde
STJ quer ouvir família de Marielle sobre federalização do caso


"Havendo certa relação de dependência entre os delitos apurados em um e outro Juízo, é muito provável que a defesa encontre dificuldades para articular seus argumentos e provas, além do (forte) risco de haver decisões opostas e até mesmo contraditórias", decidiu o presidente.

Com o fim do período de recesso nos tribunais superiores, no dia 1º de fevereiro, o caso será remetido para o relator, ministro Ribeiro Dantas, um dos integrantes da Quinta Turma do STJ.

Veja também

Procuradoria investigará presidente do Equador por fraude tributária após Pandora Papers
Equador

Procuradoria investigará presidente do Equador por fraude tributária após Pandora Papers

Presidente anuncia apoio para 750 mil caminhoneiros comprarem diesel
Combustível

Presidente anuncia apoio para 750 mil caminhoneiros comprarem diesel