Presidente do Uber diz que permanência no Brasil depende do Congresso

As empresas que oferecem esse tipo de serviço criticam o texto aprovado pelos deputados por considerá-lo benéfico aos táxis

Presidente global do Uber, Dana KhosrowshahiPresidente global do Uber, Dana Khosrowshahi - Foto: Sergio Lima / AFP

O presidente global do Uber, o iraniano Dana Khosrowshahi, afirmou nesta terça (31), após reunião com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que a permanência da empresa no Brasil depende da decisão do Congresso. As informações são da Agência Brasil.

Leia também
Com articulação do governo, projeto que regulamenta Uber pode ser adiado
Uber recorre de proibição de operar em Londres


"Depende da decisão do governo", disse Khosrowshahi na saída do ministério, sinalizando para o prédio do Congresso, que fica a menos dois quilômetros da Fazenda, onde pode ser votado ainda hoje um projeto que regulamenta aplicativos de transporte individual.

A proposta, já aprovada pela Câmara dos Deputados, impõe uma série de exigências para esse tipo de transporte, como adoção de placas vermelhas e vistorias periódicas. As empresas que oferecem esse tipo de serviço criticam o texto aprovado pelos deputados por considerá-lo benéfico aos táxis.

Veja também

Mandatos coletivos avançam, mas ainda sofrem resistência
Política

Mandatos coletivos avançam, mas ainda sofrem resistência

Jair Bolsonaro evita Fórum Econômico Mundial de novo
Política

Jair Bolsonaro evita Fórum Econômico Mundial de novo