Presidente italiano envia carta a Temer para agradecer extradição de Battisti

Mattarella disse que a determinação do governo brasileiro "contribui para fazer justiça às vítimas dos delitos pelos quais Cesare Battisti foi condenado pelo Estado italiano

Presidente da Itália, Sergio MattarellaPresidente da Itália, Sergio Mattarella - Foto: Miguel Medina/AFP

Logo depois que o presidente Michel Temer assinou decreto nesta sexta-feira (14) extraditando o terrorista italiano Cesare Battisti, o presidente da Itália, Sergio Mattarella, enviou uma carta ao emedebista agradecendo o que chamou de "gesto".

Mattarella disse que a determinação do governo brasileiro "contribui para fazer justiça às vítimas dos delitos pelos quais Cesare Battisti foi condenado pelo Estado italiano".
"O gesto de Vossa Excelência constitui o significativo testemunho da antiga e sólida amizade entre Brasil e Itália e revela a sensibilidade para com uma situação complexa e delicada, que suscita sentimentos de intensa participação na opinião pública do nosso país", escreveu.

Leia também:
Temer decide extraditar italiano Cesare Battisti
Cesare Battisti se torna réu por falsidade ideológica


O presidente italiano afirmou expressar "sinceros agradecimentos", já que Battisti foi "condenado pela Justiça italiana por crimes gravíssimos e até hoje se subtraiu à execução das relativas sentenças".

Veja também

Governo defende que civis sejam julgados pela Justiça Militar em caso de ofensa às Forças Armadas
Brasil

Governo defende que civis sejam julgados pela Justiça Militar em caso de ofensa às Forças Armadas

Osmar Terra publica mensagem de pesar pelas 500 mil mortes por Covid
Coronavírus

Osmar Terra publica mensagem de pesar pelas 500 mil mortes por Covid