Primavera: apuração em apenas 40 minutos

Os resultados nas outras cidades do interior foram surgindo depois.

Izaías Régis foi reeleito prefeito de GaranhunsIzaías Régis foi reeleito prefeito de Garanhuns - Foto: Divulgação

 

A primeira cidade de Pernambuco a contabilizar os votos foi Primavera, na Zona da Mata Sul do Estado. Em menos de 40 minutos, os moradores da cidade já sabiam que Deyse do Gás havia vencido a eleição com 42,35% dos votos, cerca de 3,6 mil. Em segundo lugar, ficou a atual prefeita, Naza Pão com Ovo, com 30,27%.

Apesar de não ter sido escolhida por mais da metade dos eleitores não haverá segundo turno porque a cidade não tem mais 200 mil eleitores. São, na verdade, menos de 10 mil. Os resultados nas outras cidades do interior foram surgindo depois.

O PTB levou a melhor em Igarassu, com 61% dos votos. A maioria também decidiu pelo candidato do PTB em Camaragibe. Meira foi votado 48 mil vezes e comemorou a vitória na cidade antes das 20h. Em Abreu e Lima, o Pastor Marcos José (PSB) venceu com 21.839 votos, apenas 114 a mais que Katiana Gadelha (PDT).

Na Zona da Mata, Aglailson (PSB) passou na frente de Paulo Roberto (PSD) e será o prefeito de Vitória de Santo Antão em 2017. Em Carpina, Botafogo (PDT) venceu a briga nas urnas com Joaquim Lapa (PTB) por pouco. Ambos somaram 98% dos votos.

No Agreste, Joaquim Neto (PSDB) venceu com 27 mil votos o adversário João Paulo (PSB), que teve quase 15 mil, em Gravatá. Em 2017, não será a primeira vez que ele governará a cidade. No início dos anos 2000, também foi eleito.

Em Garanhuns, segunda cidade mais populosa da região, atrás apenas de Caruaru, Izaías Régis (PTB) foi eleito prefeito pela maioria de 68,57% da população. Quem comemorou em Santa Cruz do Capibaribe foi o candidato do PSDB, Edson Vieira, com a maioria dos votos. Clodoaldo, do PMN, mesmo com a candidatura indeferida, obteve 83 votos não-válidos.

 

Veja também

Abraham Weintraub é reeleito como diretor executivo no Banco Mundial por mais dois anos
Brasil

Abraham Weintraub é reeleito como diretor executivo no Banco Mundial por mais dois anos

Covas tem 26%, Russomanno, 20%, e Boulos e França empatam em terceiro, diz Ibope
SÃO PAULO

Covas tem 26%, Russomanno, 20%, e Boulos e França empatam em terceiro, diz Ibope