Princípio de incêndio interdita prédio anexo do Supremo

Fogo foi causado por um curto-circuito na sala da Seção de Processos Diversos da Secretaria Judiciária e já foi controlado pelos bombeiros, não há feridos

Prédio do Supremo Tribunal Federal (STF)Prédio do Supremo Tribunal Federal (STF) - Foto: Valter Campanato/Agência

Um princípio de incêndio na manhã desta segunda-feira (26) fez o STF Supremo Tribunal Federal) interditar o anexo 2-A, prédio onde ficam os gabinetes dos ministros da corte.

Segundo a assessoria de imprensa do tribunal, o fogo foi causado por um curto-circuito em um aparelho de ar-condicionado. A assessoria informou que o fogo foi controlado pelos bombeiros e ninguém ficou ferido.

O princípio de incêndio atingiu a sala da Seção de Processos Diversos da Secretaria Judiciária do STF. De acordo com a assessoria de imprensa, o prédio está interditado para levantamento dos danos.

Leia também:
Em sessão virtual, turma do STF libera acesso de Lula à delação de João Santana
Palocci quer que STF julgue seu habeas corpus no mesmo dia do pedido de Lula


Nesta semana, devido ao feriado da Páscoa, não haverá sessão plenária no STF. O feriado começa na quarta (28) e se estende até domingo (1°), conforme uma lei de 1966 que dispõe sobre os feriados da magistratura. Apenas a Segunda Turma, composta por 5 dos 11 ministros, terá sessão nesta terça (27). A reunião da Primeira Turma foi cancelada na semana passada, informou a corte.

Veja também

Campanha eleitoral: PF intercepta carreata e prende participantes, em Salgueiro
Eleições 2020

Campanha eleitoral: PF intercepta carreata e prende participantes, em Salgueiro

Bico em campanha eleitoral gera renda na pandemia
Eleições 2020

Bico em campanha eleitoral gera renda na pandemia