Problemas na biometria são ocasionados por falha em digital ou uso de cremes, diz TSE-PE

Mlexner Romeiro informou, no entanto, que o número de problemas desta natureza é ínfimo

Michel Temer concedeu entrevista no Palácio da AlvoradaMichel Temer concedeu entrevista no Palácio da Alvorada - Foto: Divulgação/TV Cultura

Os problemas registrados na biometria foram ocasionados por conta de características na impressão digital do eleitor ou por conta do uso de creme nas mãos. As informações foram dadas, na tarde deste domingo (2), pelo coordenador de sistemas do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) Mlexner Romeiro. Ainda segundo ele, o número de problemas é ínfimo 

O sistema só permite até quatro tentativas na leitura da impressão digital. Depois, o presidente de seção pode autorizar utilizando dados pessoais do eleitor e usar a própria digital para liberar a votação na urna. Ainda é possível liberar pelo sistema convencional, sem a necessidade de biometria.

 A biometria usa as impressões digitais do eleitor para fazer sua identificação no momento do voto. As digitais são reconhecidas por um leitor digital e comparadas com o registro no banco de dados da Justiça Eleitoral. 

 

Veja também

Marcos Pontes participa de evento sobre pesquisa da nitazoxanida
Saúde

Marcos Pontes participa de evento sobre pesquisa da nitazoxanida

YouTube bloqueia vídeo de campanha de Russomanno por desrespeitar direitos autorais da Fifa
SÃO PAULO

YouTube bloqueia vídeo de Russomanno com imagens da Fifa