Procuradoria denuncia Lula e Dilma sob acusação de obstrução de Justiça

Investigação foi aberta com base na delação do ex-senador Delcídio do Amaral (ex-PT-MS)

Ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma RousseffEx-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff - Foto: Ricardo Stuckert / Instituto Lula / Fotos Púb

A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou nesta quarta-feira (6) o ex-presidente Luiz Inácio lula da Silva, a ex-presidente Dilma Rousseff e o ex-ministro da Educação Aloizio Mercadante por obstrução de Justiça na Lava Jato.

A investigação foi aberta com base na delação do ex-senador Delcídio do Amaral (ex-PT-MS). O material está em segredo de Justiça.

Leia também
Janot denuncia Lula, Dilma e ex-ministros ao Supremo


Essa é uma das linhas de investigação do inquérito, aberto em 2016, para apurar se Dilma, Lula e Mercadante tentaram impedir com que Delcídio fizesse delação premiada, no fim de 2015.

O então senador havia sido preso pela Lava Jato. Seu assessor, Eduardo Marzagão, gravou secretamente uma conversa com Mercadante, ministro de Dilma, que era, na época, um dos mais próximos assessores da ex-presidente.

O diálogo revela Mercadante sugerindo a Marzagão que o parlamentar não deveria firmar um acordo de delação premiada com o Ministério Público, o que acabou ocorrendo.

No diálogo, Mercadante oferece ajuda financeira e sugere a possibilidade de o então presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski, ser procurado para atuar pela soltura de Delcídio.

Em depoimento, Delcídio disse também que outras pessoas próximas ao PT e ao governo buscaram envolvidos na Lava Jato para convencê-los a não fechar delação premiada.

Em relatório recente a Polícia Federal recomendou o desmembramento da investigação para que o caso seja investigado fora do Supremo, no âmbito da Justiça Federal do Distrito Federal, já que não há o envolvimento de pessoas com foro privilegiado.

Veja também

'Fomos além do que somos obrigados a fazer', diz Bolsonaro sobre falta de oxigênio em Manaus
Amazonas

'Fomos além do que somos obrigados a fazer', diz Bolsonaro sobre falta de oxigênio em Manaus

'A lata é para enfiar no r* de vocês', diz Bolsonaro à imprensa sobre gastos do governo com alimento
Presidente

'A lata é para enfiar no r* de vocês', diz Bolsonaro à imprensa sobre gastos do governo com alimentos