GOVERNO

Programa 'Voa Brasil': ministro dá detalhes de como será o aplicativo

Plataforma deve entrar em operação em agosto e vai oferecer bilhetes a R$ 200 o trecho de ida e R$ 200, de volta. Serão beneficiadas pessoas que estão sem voar há 18 meses, pelo menos

Avião presidencial do Brasil, um A319 fabricado para transporte executivo Avião presidencial do Brasil, um A319 fabricado para transporte executivo  - Foto: FAB

Os passageiros vão poder comprar passagens a R$ 200 pelo programa "Voa Brasil" em um aplicativo que está sendo desenvolvido pelo governo federal em parceria com as companhias aéreas. Em entrevista à "Voz do Brasil", na segunda-feira, o ministro de Portos e Aeroportos, Márcio França, explicou como os usuários vão acessar à plataforma, que deve entrar em funcionamento em agosto.

"Vamos criar um aplicativo em que você vai digitar seu CPF, se você não voou nos últimos 18 meses, e escreve lá quero ir de Brasília à Manaus e aí (o aplicativo) vai te dar todas as opções que são sempre por um valor único de R$ 200 para ida e R$ 200, volta", disse o ministro.

Conforme disse França, poderão de beneficiar passageiros que estão sem voar há 18 meses, pelo menos.

França considerou "equivoco" as companhias aéreas aumentarem os preços dos bilhetes de clientes que costumam utilizar transporte aéreo com frequência:

"As empresas estão subindo os preços, tentando tirar o máximo de quem já voa. Isso é um equívoco. Nos queremos incentivar novas pessoas a voarem".

O ministro disse também que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu celeridade nos processos para atrair empresas de baixo custo (low cost) para o Brasil. Ele contou que, diante disso, decidiu procurar as companhias tradicionais que já atuam no país para fazer um preço mais barato "porque as low costs vão chegar e vão arrasar".

França disse que elas manifestaram interesse em aderir ao programa Voa Brasil, que vai oferecer passagens mais baratos, principalmente em períodos fora de temporada.

Veja também

Tentativa de Golpe: governo argentino envia lista de 62 foragidos do 8 de janeiro
8 de janeiro

Tentativa de Golpe: governo argentino envia lista de 62 foragidos do 8 de janeiro

Governo federal anuncia R$ 1,6 bilhão para o setor audiovisual
Investimento

Governo federal anuncia R$ 1,6 bilhão para o setor audiovisual

Newsletter