Política

PSB prepara evento para filiação de Alckmin na semana que vem em Brasília

Não está prevista participação de Lula em ato, que marcará também entrada de outros nomes no partido

O ex-governador de São Paulo, Geraldo AlckminO ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin - Foto: Antônio Cruz/ Agência Brasil

O PSB prepara um evento na próxima semana em Brasília para marcar a filiação do ex-governador Geraldo Alckmin ao partido. A data reservada incialmente é o dia 23, quarta-feira. O ex-presidente Lula (PT), que encabeçará a chapa que terá Alckmin como vice, não deve comparecer.

Pelo plano acertado com a direção do PSB, caberá ao ex-governador fazer o anúncio da sua decisão de ingressar na legenda, o que deve acontecer nos próximos dias.

A ideia é que além de Alckmin, o ato marque a entrada no partido também de outras lideranças, como o vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSDB), pré-candidato ao governo do estado, e o senador Dario Berger (MDB-SC), pré-candidato ao governo catarinense.
 

Depois que Alckmin estiver filiado, o PSB o indicará formalmente ao PT para o posto de vice de Lula. As conversas para a formação da chapa foram iniciadas na metade do ano passado.    

Além do ex-governador, de Brandão e Berger, o evento também sevirá para anunciar a entrada no partido de uma série de nomes que devem disputar a eleição para o Legislativo.

Fazem parte desse grupo, entre outros, a influenciadora digital Ariadna Arantes, o babalorixá e gestor público Diego de Airá, o advogado Augusto de Arruda Botelho e a líder do movimento sem-teto Carmen Silva, além de ex-colegas de Alckmin no PSDB, como ex-deputado Floriano Pesaro e o deputado estadual Pedro Tobias .

O acerto de Alckmin com o PSB foi feito na semana passada numa reunião que teve a participação do presidente nacional da legenda, Carlos Siqueira, do ex-governador Márcio França, do prefeito de Recife, João Campos, e do presidente da sigla em São Paulo, Jonas Donizette.

Siqueira anunciou após o encontro que a filiação de Alckmin estava certa e falava apenas definir a data. A fala desagradou o ex-governador, que gostaria de fazer anúncio só após conversa com o seu grupo político.

Alckmin deixou o PSDB em dezembro, depois de 33 anos. Ele também mantinha conversas com o PV, legenda que era considerada seu plano B.

Veja também

Em Belém, PSOL vai expulsar vereadora que se lançou pré-candidata contra prefeito mal avaliado
eleições municipais

Em Belém, PSOL vai expulsar vereadora que se lançou pré-candidata contra prefeito mal avaliado

Tabata critica Boulos por "escondê-la" em publicação sobre pesquisa
ELEIÇÕES

Tabata critica Boulos por "escondê-la" em publicação sobre pesquisa