PSDB deve votar a favor da denúncia; relator diz que não soube de orientação

Partido mantém quatro ministérios no governo

Deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG)Deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG) - Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O PSDB deve orientar os deputados do partido a votarem a favor da aceitação da denúncia contra o presidente Michel Temer. O partido mantém quatro ministérios no governo.

Leia também
Líder do governo 'caça' ausentes para garantir quorum

Isso significa que a bancada será orientada a votar contra o relatório produzido por um tucano, Paulo Abi-Ackel (MG), que pede a rejeição da denúncia contra o presidente.

Abi-Ackel disse à reportagem que não soube de "orientação nenhuma" do PSDB para que os deputados do partido votassem em sentido contrário ao seu parecer.

Ele repetiu que não vê elementos necessários na denúncia para que o presidente possa virar réu e seja afastado do cargo.

A bancada tucana se reuniu nesta manhã para combinar uma orientação favorável à aceitação da denúncia. A maioria dos parlamentares tucanos já declarou que votará a favor da denúncia. Segundo enquete da Folha de S.Paulo, 24 dos 46 deputados do partido afirmaram publicamente que votarão contra Temer.

Segundo parlamentares, os placar final deve girar em torno de 30 votos favoráveis à denúncia e 16 contrários.

Veja também

Popularidade de Bolsonaro cai em plena segunda onda da pandemia no Brasil
Política

Popularidade de Bolsonaro cai em plena segunda onda da pandemia no Brasil

Vereador quer assistência psicológica nas escolas municipais do Recife
BLOG DA FOLHA

Vereador quer assistência psicológica nas escolas municipais do Recife