Rio recorre contra afastamento de secretário

A 7ª Vara de Fazenda Pública, havia afastado o secretário estadual de Administração Penitenciária, Erir da Costa Ribeiro, e cinco gestores da pasta

Secretário de Estado de Administração Penitenciária do RJ Erir Ribeiro da Costa FilhoSecretário de Estado de Administração Penitenciária do RJ Erir Ribeiro da Costa Filho - Foto: Thiago Lontra / Alerj

A Procuradoria-Geral do Estado do Rio entrou com recurso na Justiça estadual contra decisão da 7ª Vara de Fazenda Pública, que afastou o secretário estadual de Administração Penitenciária, Erir da Costa Ribeiro, e cinco gestores da pasta. O afastamento foi solicitado pelo Ministério Público estadual.

Na ação, o MP disse que o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, teve regalias enquanto esteve preso na Penitenciária Pedrolino Werling de Oliveira (Bangu VIII) e na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica. As duas unidades são geridas pela Secretaria de Administração Penitenciária.

Leia também:
Justiça do Rio afasta secretário de Administração Penitenciária

Por isso, o MP solicitou o afastamento do secretário, do subsecretário adjunto de Gestão Operacional Sauler Antonio Sakalem e dos diretores e vice-diretores das duas unidades onde Cabral esteve preso.

No agravo de instrumento feito ao vice-presidente do Tribunal de Justiça, que pede a suspensão da decisão da 7ª Vara, a Procuradoria reconhece que há problemas no sistema penitenciário fluminense, mas diz que os gestores não podem ser acusados de improbidade por essas falhas (que são antigas) e nega que tenha havido privilégios ao ex-governador.

Veja também

Pacheco diz que votação da PEC dos Precatórios deve ocorrer na próxima quinta (2)
SENADO

Pacheco diz que votação da PEC dos Precatórios deve ocorrer na próxima quinta (2)

Bolsonaro grava vídeo por Andre Mendonça, que será sabatinado na CCJ
STF

Bolsonaro grava vídeo por Andre Mendonça, que será sabatinado na CCJ