"Se fosse homofóbico, não te daria esta entrevista", diz Bolsonaro a jornalista

Diante da resposta do deputado, participantes do evento gargalharam e até aplaudiram o político

Luciano Siqueira, do PCdoB, é vice-prefeito do RecifeLuciano Siqueira, do PCdoB, é vice-prefeito do Recife - Foto: Folha de Pernambuco

O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) insinuou que um jornalista era homossexual ao ser questionado, nesta quinta-feira (10), no Recife, se era homofóbico. "Jair Bolsonaro é homofóbico?", questionou o jornalista Marcos Oliveira, do portal pernambucano NE10. "Se eu fosse, não estaria dando entrevista para você", respondeu Bolsonaro, durante entrevista em evento na Associação de Cabos e Soldados de Pernambuco. Diante da resposta de Bolsonaro, participantes do evento gargalharam e até aplaudiram o deputado.

Visando às Eleições de 2018, Bolsonaro diz que mudará de partido

Nesta quarta-feira (9), Bolsonaro negou ao Conselho de Ética da Câmara ter usado expressões homofóbicas contra o também deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), que é homossexual. De acordo com o deputado Luiz Sérgio (PT-RJ), Bolsonaro ofendeu Wyllys, na votação do impeachment de Dilma Rousseff, com as expressões "queima-rosca", "franguinha" e "viadinho". Bolsonaro negou. O deputado Glauber (PSOL-RJ) disse que Bolsonaro mentiu ao dizer que nunca direcionou ataques homofóbicos a Jean Wyllys e leu na sessão declarações atribuídas a Bolsonaro em outras sessões da Câmara em que ele chama o colega de adorador do "aparelho excretor", por exemplo.

Bolsonaro não falou diretamente sobre essas declarações e acusou Glauber de mentir. Fez ainda insinuações de que o deputado defenderia Wyllys como marido e esposa. "Faça essa carinha quando tiver com Jean Wyllys, ele vai gostar muito, vai gostar desse biquinho", disse, em direção a Glauber. Também nesta quarta-feira (9), o Conselho de Ética da Câmara decidiu, por 11 votos a 1, arquivar a representação que pedia a cassação do mandato de Jair Bolsonaro por ele ter defendido em plenário a memória do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, um dos principais símbolos da repressão durante a ditadura militar.

Veja também

Chilenos pausam protestos e vão às urnas em massa em plebiscito histórico
Plebiscito

Chilenos pausam protestos e vão às urnas em massa em plebiscito histórico

Ministério Público investiga obras de estradas do governo Doria
Justiça

Ministério Público investiga obras de estradas do governo Doria