Secretário de Segurança ordena ampla investigação sobre assassinato de vereadora

Nota divulgada afirma que, desde os primeiros momentos, o secretário acompanha as investigações junto com o chefe da Polícia Civil

Vereadora Marielle Franco do PSOL-RJVereadora Marielle Franco do PSOL-RJ - Foto: Reprodução / Facebook

O secretário de estado de Segurança, general Richard Nunes, determinou na noite de ontem (14) à Divisão de Homicídios uma ampla investigação sobre os assassinatos da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Pedro Gomes, e sobre a tentativa de homicídios da assessora de Marielle que sobreviveu ao ataque.

A vereadora e o motorista que conduzia o veículo em que ela estava com uma assessora foram assassinados a tiros na noite de quarta-feira (14), no centro do Rio de Janeiro. A nota divulgada pela secretaria afirma que, desde os primeiros momentos, o secretário acompanha as investigações com o chefe de Polícia Civil, Rivaldo Barbosa.

Leia também:
Anistia pede investigação 'imediata e rigorosa' de assassinato de vereadora
Quantos precisarão morrer?, disse vereadora um dia antes de ser morta no Rio
Imprensa internacional repercute morte da vereadora do PSOL no Rio
Vereadora do PSOL é executada dentro de carro no centro do Rio

Os corpos da vereadora e do motorista aguardam liberação no Instituto Médico Legal. Marielle deve ser velada na Câmara de Vereadores, na Cinelândia, às 11h. A Ordem dos Advogados do Brasil seccional Rio de Janeiro (OAB-RJ), a Anistia Internacional e o PSOL pediram investigações imediatas e rigorosas do crime.

Veja também

Bolsonaro visita laboratório do 1º submarino nuclear brasileiro
Política

Bolsonaro visita laboratório do 1º submarino nuclear brasileiro

'A vacina é que vai nos salvar, não é a ideologia, política ou processo eleitoral', diz Doria
COVID-19

'A vacina é que vai nos salvar, não é a ideologia, política ou processo eleitoral', diz Doria