Senado aprova nome de Henrique Ávila para o CNJ

Ávila já foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça e chegou a ter a indicação inicialmente submetida ao plenário do Senado na última terça

Ato “Marielle Presente, hoje e sempre” na Câmara Municipal do RecifeAto “Marielle Presente, hoje e sempre” na Câmara Municipal do Recife - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (9), por 49 votos favoráveis, a indicação do advogado Henrique de Almeida Ávila para ocupar uma vaga no Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A votação teve 15 votos contrários e duas abstenções.

Ávila já foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça e chegou a ter a indicação inicialmente submetida ao plenário do Senado na última terça (9). No entanto, o nome de outro advogado, Octavio Orzari, também tinha sido aprovado pela CCJ. Assim, após dúvidas sobre a forma de votar para decidir entre os dois e o risco de quórum baixo na sessão de ontem, o presidente optou por adiar a votação para hoje.

Henrique de Almeida Ávila, de 33 anos, é professor de direito processual civil na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), mestre e doutorando também pela PUC-SP. É advogado do escritório Sérgio Bermudes.

Veja também

A bronca de Petrolina e Juazeiro com a CNN Brasil
Carlos Britto

A bronca de Petrolina e Juazeiro com a CNN Brasil

A expectativa sobre o destino de MDB e PSD em novembro
Edmar Lyra

A expectativa sobre o destino de MDB e PSD em novembro