Senado aprova nome de Henrique Ávila para o CNJ

Ávila já foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça e chegou a ter a indicação inicialmente submetida ao plenário do Senado na última terça

Ato “Marielle Presente, hoje e sempre” na Câmara Municipal do RecifeAto “Marielle Presente, hoje e sempre” na Câmara Municipal do Recife - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (9), por 49 votos favoráveis, a indicação do advogado Henrique de Almeida Ávila para ocupar uma vaga no Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A votação teve 15 votos contrários e duas abstenções.

Ávila já foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça e chegou a ter a indicação inicialmente submetida ao plenário do Senado na última terça (9). No entanto, o nome de outro advogado, Octavio Orzari, também tinha sido aprovado pela CCJ. Assim, após dúvidas sobre a forma de votar para decidir entre os dois e o risco de quórum baixo na sessão de ontem, o presidente optou por adiar a votação para hoje.

Henrique de Almeida Ávila, de 33 anos, é professor de direito processual civil na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), mestre e doutorando também pela PUC-SP. É advogado do escritório Sérgio Bermudes.

Veja também

Quase 11 mil candidatos com patrimônio superior a R$ 300 mil receberam o auxílio emergencial
auxílio emergencial

Quase 11 mil candidatos com patrimônio superior a R$ 300 mil receberam o auxílio emergencial

Ministério Público pede que PF investigue ataque em que Arthur do Val relaciona Tatto ao PCC
política

Ministério Público pede que PF investigue ataque em que Arthur do Val relaciona Tatto ao PCC