Política

Senado devolve projeto anticorrupção para Câmara

Devolução da matéria atende à medida liminar concedida pelo ministro do STF Luiz Fux, que suspendeu a votação do projeto na Câmara

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), devolveu nesta quinta-feira (16), para a Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei que trata das medidas anticorrupção. A devolução da matéria atende à medida liminar concedida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux, que suspendeu a votação do projeto na Câmara.

Fux argumenta que houve um erro de tramitação da matéria e determinou que a mesma seja votada novamente pelos deputados. A decisão gerou reações contrárias dos presidentes da Câmara e do Senado, que alegaram que o Poder Judiciário estava interferindo indevidamente no Legislativo.

O projeto, que ficou conhecido como pacote anticorrupção, foi elaborado pelo Ministério Público Federal e recebeu o apoio de mais de 2,2 milhões assinaturas de apoio popular. A matéria, contudo, foi aprovada pelos deputados em regime de urgência na madrugada do dia 30 de novembro com emendas que “desfiguraram” o teor original do texto.

Entre outros pontos, o projeto define o crime de abuso de autoridade dos magistrados e membros do Ministério Público e criminaliza o chamado caixa dois eleitoral. O texto aprovado retirou a parte que trata da extinção do domínio de bens e propriedades de réus quando provenientes de atividades ilícita, a tipificação de enriquecimento ilícito como uma conduta criminosa e as novas regras de prescrição de crimes, entre outras alterações consideradas polêmicas.

Veja também

Senado aprova MP que encerra incentivos para indústria petroquímica
Congresso Nacional

Senado aprova MP que encerra incentivos para indústria petroquímica

Bolsonaro participará de Cúpula das Américas e terá reunião com Biden
Política

Bolsonaro participará de Cúpula das Américas e terá reunião com Biden