Senador quer adiar eleições municipais para dezembro por causa da Covid-19

A proposta prevê que o pleito que elegerá prefeitos, vice-prefeitos e vereadores seja adiado para o dia 6 de dezembro deste ano -atualmente, está previsto para ocorrer no dia 4 de outubro

Urna eletrônicaUrna eletrônica - Foto: Divulgação/TSE

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), líder da minoria no Senado, apresentou, na sexta-feira (15), uma Proposta de Emenda à Constituição que adia em dois meses as eleições municipais em decorrência das medidas para o enfrentamento da pandemia da Covid-19.

A proposta prevê que o pleito que elegerá prefeitos, vice-prefeitos e vereadores seja adiado para o dia 6 de dezembro deste ano -atualmente, está previsto para ocorrer no dia 4 de outubro.

Leia também:
Mudança na data de eleições municipais só poderá acontecer até junho
TSE diz que tem condições de manter eleições de outubro
Parlamentares e dirigentes partidários estimam adiar 1º turno das eleições para 15 de novembro

Na PEC apresentada, ficam preservados o período dos respectivos mandatos, bem como a data da posse. A realização do segundo turno, nos municípios em que houver necessidade, ocorreria no dia 20 de dezembro deste ano.

A proposta também autoriza o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a promover a revisão do calendário eleitoral e a proceder aos ajustes na aplicação da legislação infraconstitucional.

No texto, o senador ressalta que, dependendo da evolução do coronavírus no país, será necessário estabelecer outras formas de realização da campanha eleitoral. ​

Veja também

Pequim acusa EUA de demonizarem China durante visita de enviada de Biden
Tensão

Pequim acusa EUA de demonizarem China durante visita de enviada de Biden

Guedes quer Trabalho e Previdência de volta após saída de Onyx para eleição
POLÍTICA

Guedes quer Trabalho e Previdência de volta após saída de Onyx para eleição