Serra reassume mandato de senador

Tucano entregou Ministério das Relações Exteriores nessa quarta

José SerraJosé Serra - Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

O ex-ministro das Relações Exteriores, José Serra (PSDB-SP), já reassumiu seu mandato de senador. Em ofício encaminhado nesta quinta-feira (23) à Mesa Diretora do Senado, Serra comunicou seu retorno às atividades na Casa e seu nome já foi, inclusive, reincluído no painel eletrônico do plenário.

Serra pediu demissão do cargo de ministro ontem (21) alegando problemas de saúde. Ele estava à frente do Itamaraty desde o início do governo de Michel Temer, em setembro do ano passado.

A saída dele do governo foi considerada uma “surpresa” pelos colegas senadores, inclusive os do próprio partido. O líder do PSDB, senador Paulo Bauer (SC), disse que a decisão de Serra “surpreendeu a todos” e que ele vinha “realizando um trabalho exemplar” à frente do MRE. “Mas as razões expostas pelo agora ex-ministro são suficientes para justificar a tomada da decisão”, afirmou o líder tucano em nota à imprensa.

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça, senador Edison Lobão (PMDB-MA) também comentou a volta de Serra ao Senado. Para ele, Serra “é um político e um administrador de grande porte” e suas razões para deixar o governo devem ser levadas em consideração.

Lobão citou alguns dos cargos de relevância ocupados por Serra, como a prefeitura e o governo de São Paulo, além do Ministério da Saúde, e lembrou que ele já apresentou no Senado “projetos de grande densidade”, que ainda estão sendo examinados nas comissões.

Veja também

Gilmar suspende inquérito contra desembargador que deu carteirada para não usar máscara
STF

Gilmar suspende inquérito contra desembargador que deu carteirada para não usar máscara

Governo desrespeita prazos, e Lewandowski cobra planos para Manaus e vacinação
Pandemia

Governo desrespeita prazos, e Lewandowski cobra planos para Manaus e vacinação