Solidariedade solicitada e esforço para 2018

Prefeito deve comandar uma coletiva amanhã para explicar reforma

Apreensão dos gestores é votação de proposta em pleno ano eleitoral nas Câmaras dos VereadoresApreensão dos gestores é votação de proposta em pleno ano eleitoral nas Câmaras dos Vereadores - Foto: Rafael Furtado / Folha de Pernambuco

Os nomes a serem mantidos ou trocados de posição no primeiro escalão da Prefeitura do Recife, o prefeito Geraldo Julio só vai anunciar no próximo dia 27. Mas a reforma administrativa, que será encaminhada, amanhã, já dará pistas de quem deverá deixar seus cargos. E o volume é grande de eliminações. Ao PMDB, por exemplo, foi pedido "solidaridade" no sentido de que os cortes são necessários nesse momento. Se a pasta de Segurança Urbana - criada pelo próprio prefeito - não será dispensada, a compreensão dos peemedebistas pode ser necessária em relação a um corte na pasta de Juventude, que foi ocupada por Jayme Asfora e conta, hoje, com uma indicação dele à frente.
A montagem, segundo graduado auxiliar do prefeito, não seguirá uma lógica de evitar nomes com projetos eleitorais para 2018, por uma razão: "O prefeito tem um papel político, também é um agente político, é a segunda maior liderança do Estado. Terá papel fundamental na eleição de 2018. Tanto na eleição majoritária, de governador, quanto na proporcional". Em outras palavras, a reforma, montada em conjunto com o Palácio das Princesas, carregará, entre as funções, naturalmente, somar ao projeto majoritário do PSB. A permanência do secretário de Saneamento, por exemplo, Alberto Feitosa, é importante para a composição da Assembleia Legislativa e ele é um dos que serão candidatos em 2018. "A Prefeitura é formada por quadros políticos. Ninguém está com seus direitos políticos cassados que não possa atuar na Prefeitura. Isso não existe", realça um outro auxiliar em reserva.
Prefeito deve comandar uma coletiva amanhã para explicar reforma

A pedidos
Dado o volume necessário de mudanças, os secretários resolveram entregar carta, ontem, ao prefeito, se colocando na condição de demissionários. "Para não constranger e para não ser constrangido", observa um auxiliar em reserva. Quem entregou a carta coletiva, ontem, ao prefeito foi o secretário de Governo, Sileno Guedes. No núcleo duro de gestão da PCR, não há previsão de grandes alterações. Nomes como Antônio Alexandre, Alexandre Rebêlo e Sileno devem ser mantidos.
Evandro em Serviços Públicos>
Evandro Avelar, que foi nomeado em junho para a vice-presidência de Suape, deixa o cargo para assumir a secretaria de Serviços Públicos em Olinda. Vai trabalhar com o prefeito eleito, Professor Lupércio. O martelo foi batido, ontem, em entendimento com o Palácio das Princesas.
Futuro > O Solidariedade, partido de Lupércio, é um dos que apoiará a reeleição do governador Paulo Câmara e, para o projeto do PSB, é importante que as coisas deem certo em Olinda.
Caixa > Além da cessão de Evandro, também em comum acordo com o Governo do Estado, há outra colaboração engatilhada. O secretário da Fazenda de Olinda deve ser um técnico também saído da gestão estadual.

Terras lusas > O deputado federal Jarbas Vasconcelos, que retornou de Brasília esta semana, passa o Natal em Lisboa. Viaja amanhã e retorna na quarta-feira
Articulação 1 > Um grupo de vereadores se reuniu na tarde de ontem, na Câmara do Recife, para declarar apoio à candidatura de Eduardo Marques (PSB) à presidência da Mesa e de Aerto Luna (PRP) à primeira secretaria.

Articulação 2 > Participaram do encontro: Marcos di Bria, Eriberto Rafael, Aerto Luna, Davi Muniz, junto com os estreantes Junior Bocão, Benjamim da Saúde, Romero Albuquerque e Chico Kiko. Este condicionou seu apoio à indicação da vereadora Michele Collins (PP) à primeira vice. Será líder do partido na Câmara.
Reação > Em resposta às críticas feitas pelo deputado federal Danilo Cabral, registradas na coluna de ontem, o senador Armando Monteiro devolve: “Nessa área fiscal, o ex-governador Eduardo Campos, que era inteligente, reciclou-se. Mas o deputado federal Danilo Cabral ainda é portador daquela cultura, que foi dominante em parte dos anos 90, que era a cultura dos precatórios”.

Veja também

PT-PE aprova resolução que deixa aberta a possibilidade de retomar aliança com o PSB
Blog da Folha

PT-PE aprova resolução que deixa aberta a possibilidade de retomar aliança com o PSB

Moraes, do STF, anula decisão de Bretas que transformou Temer e Moreira Franco em réus
Política

Moraes, do STF, anula decisão de Bretas que transformou Temer e Moreira Franco em réus