filac

Sonia Guajajara vai presidir fundo indígena latino-americano

Ministra foi eleita nessa quarta-feira em assembleia geral

Ministra dos Povos Indígenas, Sônia GuajajaraMinistra dos Povos Indígenas, Sônia Guajajara - Foto: Rafa Neddermeyer/Agência Brasil

A ministra dos Povos Indígenas, Sonia Guajajara, foi eleita nessa quarta-feira (29), em assembleia geral, presidente do Conselho Executivo do Fundo para o Desenvolvimento dos Povos Indígenas da América Latina e Caribe (Filac).

É primeira vez que um representante brasileiro vai presidir o fundo, formado pelos países da América Latina e também por Portugal, pela Espanha e Bélgica. A entidade promove o apoio e o desenvolvimento de 826 povos indígenas latino-americanos, uma população estimada em 58,2 milhões de pessoas.

Em nota, o Ministério das Relações Exteriores disse que Sonia Guajajara “trabalhará em estreita colaboração com governos e representações para impulsionar o desenvolvimento dos povos indígenas em prol de um país e de uma região que sejam mais justos, sustentáveis, equitativos e solidários”.

Oriunda do povo Guajajara/Tenetehára e ativista reconhecida pela luta dos direitos dos povos indígenas, Sonia é a primeira mulher indígena nomeada ministra de Estado.

Veja também

O que é o "Gilmarpalooza'" evento jurídico realizado por Gilmar Mendes em Portugal
Gilmar Mendes

O que é o "Gilmarpalooza'" evento jurídico realizado por Gilmar Mendes em Portugal

Barroso defende reforma tributária e regulamentação das plataformas digitais
Barroso

Barroso defende reforma tributária e regulamentação das plataformas digitais

Newsletter