STJ adia julgamento de habeas corpus de Lula para a próxima terça

Em janeiro, Lula foi condenado por lavagem de dinheiro e corrupção passiva em segunda instância

Lula Lula  - Foto: Nelson Almeida / AFP

O STJ (Superior Tribunal de Justiça) adiou para a próxima terça-feira (6) o julgamento do habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O caso estava previsto para ser analisado nesta quinta (1º). Em janeiro, Lula foi condenado por lavagem de dinheiro e corrupção passiva em segunda instância, pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região).

Em seguida, a defesa do ex-presidente entrou no tribunal com pedido de habeas corpus preventivo para afastar a possibilidade de antecipação de cumprimento da pena de 12 anos e um mês de prisão em regime fechado. O ministro Humberto Martins, vice-presidente do STJ, estava de plantão e negou o habeas corpus.

Lula recorreu e, com o fim do recesso, o caso foi encaminhado para o relator da Lava Jato no STJ, ministro Felix Fischer. Agora, o habeas corpus será analisado pelo colegiado. Depois da condenação pelo TRF-4, o PT lançou Lula para presidente na eleição deste ano. No entanto, pela Lei da Ficha Limpa, o petista fica inelegível e não pode concorrer.

Veja também

Bolsonaro adota a tática do 'morde e assopra' para manter Guedes
Ministério da Economia

Bolsonaro adota a tática do 'morde e assopra' para manter Guedes

Bolsonaro escanteia seus rivais e fideliza evangélicos para 2022
ESTRATÉGIA

Bolsonaro escanteia seus rivais e fideliza evangélicos para 2022