Supremo Tribunal Federal adia decisão sobre Cesare Battisti

A corte iria discutir um pedido da defesa de Battisti para evitar uma eventual extradição do italiano

Cesare BattistiCesare Battisti - Foto: Fabio Marchi / AFP

A Primeira Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) adiou nesta terça-feira (24) a decisão sobre o caso do italiano Cesare Battisti, condenado na Itália pelo assassinato de quatro pessoas.

A corte iria discutir um pedido da defesa de Battisti para evitar uma eventual extradição do italiano.

Leia também:
Posso sair do Brasil quando e como quiser, diz Cesare Battisti
Tribunal mantém medidas cautelares a Battisti após prisão em MS


No dia 11 de outubro, o presidente Michel Temer decidiu revogar a condição de refugiado de Battisti e extraditá-lo caso o STF não conceda um habeas corpus preventivo a ele.

A decisão de Temer foi tomada após o italiano ser preso preventivamente no início do mês na fronteira com a Bolívia ao transportar cerca de R$ 23 mil não declarados à Receita Federal brasileira.

Ele foi acusado pelo crime de evasão de divisas por deixar o país com mais de R$ 10 mil - acima do limite permitido por lei para saída de recursos sem declaração à Receita -, além de tentativa de fuga. Battisti nega as acusações.

Veja também

Bolsonaro afaga China e agradece liberação de insumo para Coronavac
Vacina

Bolsonaro afaga China e agradece liberação de insumo para Coronavac

Governo é favorável à importação privada de vacinas, diz Bolsonaro
Vacina

Governo é favorável à importação privada de vacinas, diz Bolsonaro