acidente

Tabata Amaral fratura dedo do pé após deixar peso cair na academia

Parlamentar tenta, agora, se recuperar a tempo para correr a Meia Maratona Internacional de São Paulo em abril

Tabata Amaral fratura dedo do pé após deixar peso cair na academiaTabata Amaral fratura dedo do pé após deixar peso cair na academia - Foto: Reprodução/Redes Sociais

Pré-candidata a prefeita de São Paulo, a deputada federal Tabata Amaral (PSB-SP) se distraiu enquanto malhava na academia, deixou um peso de 20 quilos cair em seu pé e acabou fraturando o "dedão". A parlamentar tenta, agora, se recuperar a tempo para correr a Meia Maratona Internacional de São Paulo em abril, cujo percurso tem 21 quilômetros. O incidente ocorreu ontem, 23.

"Vou ter que ficar algumas semanas sem poder correr. Fiquei bem chateada e bem triste, mas lembrei que nada na minha vida é fácil, por alguma razão, e que eu sou uma pessoa muito resiliente. Não sou de desistir", disse Tabata em uma rede social.

Apesar do incidente, ela continuou com as atividades de pré-campanha e se reuniu com a Comissão Executiva do PSB de São Paulo na tarde deste sábado, 24, e fez campanha para que interessados em se candidatar a vereador na capital paulista se filiem ao partido.

A chapa do partido já tem nomes como Lúcia França, esposa do ministro do Empreendedorismo, Márcio França (PSB-SP); Mônica Calazans, enfermeira que foi a primeira vacinada contra a Covid-19 no Brasil; Renata Falzoni, cicloativista e fotógrafa, e Patrícia Gama, que já foi vereadora e deputada estadual.

Tabata pretende intensificar as agendas de campanha com candidatos a vereador nos próximos meses em resposta ao prefeito Ricardo Nunes (PL-SP) e ao deputado federal Guilherme Boulos (PSOL-SP). Nunes utiliza as entregas da prefeitura para fazer eventos por São Paulo, enquanto Boulos busca fazer o mesmo, mas com ações e medidas do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que apoia sua candidatura.

A pré-candidata do PSB tem dificuldades para fazer alianças com outros partidos. Na quinta-feira, 22, o Avante, com quem ela conversava, oficializou apoio a Nunes. Outro possível aliado, o PSDB está rachado entre lançar candidatura própria e também apoiar o prefeito. Apesar disso, o entorno de Tabata nega que ela esteja isolada e ressalta os apoios do vice-presidente, Geraldo Alckmin (PSB-SP), do ministro Márcio França e do apresentador de TV José Luiz Datena (PSB).

Amaral já anunciou para sua equipe três nomes que atuaram no governo do tucano Bruno Covas: Orlando Faria, ex-secretário de Habitação, Vivian Satiro, então secretária-adjunta de Licenciamento, e Luiz Alvaro, titular da pasta de Relações Internacionais de Covas. Segundo interlocutores, a deputada articula a chegada de novos nomes que devem ser anunciados nas próximas semanas.
 

Veja também

Congresso mantém emenda de Eduardo Bolsonaro que proíbe incentivo a MST e e a pautas LGBT+
LOD

Congresso mantém emenda de Eduardo Bolsonaro que proíbe incentivo a MST e e a pautas LGBT+

Caso Marielle: juiz condena ex-PM e advogada por atrasar investigação
Marielle

Caso Marielle: juiz condena ex-PM e advogada por atrasar investigação

Newsletter