Teich toma posse como ministro da Saúde e diz que o foco serão as pessoas e a informação

Nelson Teich é apresentado como novo ministro da saúde

Nelson Teich, novo ministro da SaúdeNelson Teich, novo ministro da Saúde - Foto: Reprodução

O oncologista Nelson Teich toma posse, nesta sexta-feira, como novo ministro da Saúde. Teich foi indicado ao cargo na quinta-feira em substituição a Luiz Henrique Mandetta. Em seu pronunciamento, ele ressaltou a preocupação que terá com as pessoas. "Por mais que se fale em saúde e economia, o final é sempre 'gente'. E é isso que vamos fazer. Trazer uma vida melhor para as pessoas", disse.

"Este é o maior desafio da minha vida profissional. Não tenho dúvidas. E é uma honra ter a oportunidade de ajudar as pessoas desse País. Eu vivi por muito tempo a interação médica. As pessoas que você cuida ficam muito próximas de você. E isso moldou meu lado humano. O foco que a gente tem é nas pessoas", disse Teich.

O novo ministro da saúde também ressaltou a importância da informação para o combate ao novo coronavírus. Segundo ele, é preciso trazer tranquilidade para a população. "A pobreza de informação sobre essa doença é algo que temos de enfrentar. A gente percebe a sociedade com medo. Então precisamos, através da informação, trazer tranquilidade para o público", falou.

Pouco antes da posse de Teich, o agora ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta falou sobre as dificuldades enfrentadas, nos últimos meses, no combate ao vírus, e fez questão de agradecer a sua equipe "pelos esforços depositados".

Nelson Teich tem 62 anos, é carioca, e nos anos 1990 fundou o Centro de Oncologia Integrado (Grupo COI), onde atuou até 2018. Segundo o perfil dele em uma rede social, trabalhava como consultor em gestão de saúde.

Bolsonaro

 

O presidente Jair Bolsonaro tentou justificar a substituição dos ministros fazendo uma analogia ao futebol. "Hoje é dia de alegria. Vamos unir agradecimentos e cumprimentos. Nosso ministério é um time e no time alguns jogadores são substituídos. Por vezes por cansaço, por vezes para mudar o placar. Não existe demérito aqui. E todos torcem pelo time chamado Brasil", disse. Por fim, ele agradeceu ao ministro Mandetta. "Obrigado Mandetta. Espero que no final, a história prove que nós dois estamos certos", comentou.

Por fim, Jair Bolsonaro apresentou o novo ministro e fez o alerta: "Cumprimento pela sua coragem. Não é so ser ministro e melhorar a saúde do Brasil, que sabemos que não é de hoje. Mas seu trabalho será 24 horas por dia e sete dias por semana. E eu e o Mandetta torcemos pelo seu sucesso. Porque o seu sucesso vai salvar vidas".

Confira o link ao vivo abaixo:


Veja também

Tribunal abre brecha para reduzir pena tricentenária de Sérgio Cabral
Política

Tribunal abre brecha para reduzir pena tricentenária de Sérgio Cabral

Apoiadores de Bolsonaro convocam caravanas pelo país a favor de Arthur Lira e voto impresso
Bolsonaro

Apoiadores de Bolsonaro convocam caravanas pelo país a favor de Arthur Lira e voto impresso