Temer assinou projeto que libera R$ 2 bilhões para prefeituras, diz Eunício

O projeto prevê a destinação de R$ 2 bilhões para as áreas de saúde, educação e desenvolvimento social

Presidente da República Michel TemerPresidente da República Michel Temer - Foto: Beto Barata / PR

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), informou nesta sexta-feir(9) que o presidente Michel Temer assinou projeto de lei que garante a abertura do Orçamento para liberação de auxílio de R$ 2 bilhões para as prefeituras. Depois de se reunir com Temer, nesta sexta-feira, o senador comunicou pelas redes sociais que vai pautar a votação do projeto para o dia 20 de fevereiro, em sessão do Congresso Nacional.

Leia também:
Temer sanciona Orçamento de 2018 com previsão de deficit de R$ 157 bi
Governo anuncia a contratação de 650 mil unidades do Minha Casa Minha Vida


“Acabo de sair do Palácio do Planalto com uma grande notícia para os municípios de todo o país. Conseguimos, junto à Presidência da República, a assinatura do PLN [Projeto de Lei do Congresso Nacional] que prevê a liberação R$ 2 bilhões em auxílio financeiro para as prefeituras. Conforme me comprometi com os prefeitos, o projeto será votado no próximo dia 20, em sessão do Congresso Nacional”, disse.

O projeto prevê a destinação de R$ 2 bilhões para as áreas de saúde, educação e desenvolvimento social. O repasse do dinheiro deverá ser feito conforme critérios do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), que considera o número de habitantes da cidade.

A data marcada por Eunício para que o projeto seja votado coincide com o dia previsto pela base governista para início da votação da reforma da Previdência na Câmara. O anúncio da liberação dos recursos para auxiliar alguns municípios foi feito pela presidência no fim do ano passado, no âmbito das negociações pela aprovação da emenda que altera as regras de acesso à aposentadoria.

Veja também

PF intercepta carreata e prende participantes, em Salgueiro
Eleições 2020

PF intercepta carreata e prende participantes, em Salgueiro

Bico em campanha eleitoral gera renda na pandemia
Eleições 2020

Bico em campanha eleitoral gera renda na pandemia