Temer defende igualdade entre homens e mulheres prevista na Constituição

Em sua breve fala de saudação, Temer criticou a diferença salarial entre homens e mulheres

Presidente Michel Temer e a primeira dama MarcelaPresidente Michel Temer e a primeira dama Marcela - Foto: Beto Barata / PR

O presidente Michel Temer defendeu o cumprimento da Constituição para garantir a igualdade entre homens e mulheres. Ao lado da primeira dama, Marcela Temer, o presidente participou de um evento de homenagem às servidoras do Palácio do Planalto pelo Dia da Mulher, nesta quinta-feira (8).

Em sua breve fala de saudação, Temer criticou a diferença salarial entre homens e mulheres e afirmou que apoia o movimento comandado pela Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres com o objetivo de mudar essa realidade.

"Eu vi no noticiário que mulher ganha menos que homem em todos os setores. Interessante, eu tenho um vício de olhar sempre a Constituição Federal, e a Constituição diz que homens e mulheres são iguais em direitos e deveres", disse. "Nós queremos o cumprimento do texto constitucional", acrescentou.

Leia também:
Salário mais baixo para as mulheres reduz o crescimento
Dossiê mostra crescimento da violência contra mulheres lésbicas no Brasil
Brasil tem a quinta maior taxa de feminicídios do mundo
Crime de feminicídio é 'inadmissível', diz Paulo Câmara


A advogada-geral da União, Grace Mendonça, a Secretária Especial de Políticas para as Mulheres, Fátima Pelaes, também participaram da homenagem, além de Katia Moraes, responsável pelo Instituto Dançar é Arte. As convidadas apresentaram histórias e desafios em suas áreas de atuação.

Veja também

Nena Cabral quer construir três novas unidades de saúde no Paulista
Eleições 2020

Nena Cabral quer construir três novas unidades de saúde no Paulista

Carlos quer explorar potencial turístico dos mercados públicos do Recife
Eleições 2020

Carlos quer explorar potencial turístico dos mercados públicos do Recife