Temer demite indicados do PTB presos em operação da Polícia Federal

Michel Temer exonerou nesta sexta (1º) três dos alvos da operação Registro Espúrio, da Polícia federal, que apura fraudes no Ministério do Trabalho.

Presidente da República Michel TemerPresidente da República Michel Temer - Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Michel Temer exonerou nesta sexta (1º) três dos alvos da operação Registro Espúrio, da Polícia federal, que apura fraudes no Ministério do Trabalho.

Dois parentes do deputado Jovair Arantes (PTB-GO) estão na lista de demitidos: Leonardo Arantes, que era secretário-executivo da pasta, e Rogério Papalardo Arantes, que era diretor do Incra.

Leia também:
Investigado por corrupção em ministério, sobrinho de deputado se entrega à PF
PF vê participação de senadores em esquema no Ministério do Trabalho


Ambos tiveram a prisão decretada pelo ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal).

As exonerações dos parentes do parlamentar foram registradas como "a pedido".

Daniel Vesely, que era diretor na Embratur e foi preso pela PF, também perdeu o posto.
As demissões foram publicadas em edição extra do Diário Oficial.

Veja também

Senado: relatório da MP da Eletrobras é lido; votação deve ser amanhã
PRIVATIZAÇÃO

Senado: relatório da MP da Eletrobras é lido; votação deve ser amanhã

CPI: Gilmar Mendes autoriza silêncio de auditor investigado após dados falsos citados por Bolsonaro
Investigação

CPI: Gilmar Mendes autoriza silêncio de auditor investigado após dados falsos citados por Bolsonaro