Temer deve passar o Carnaval em praia, levando pelo menos 60 pessoas

Para o deslocamento do grupo, na próxima sexta-feira (9), devem ser utilizadas duas aeronaves da FAB

Presidente da República, Michel TemerPresidente da República, Michel Temer - Foto: Evaristo Sá/AFP

O presidente Michel Temer pretende levar uma comitiva de pelo menos 60 pessoas para o Rio de Janeiro para o feriado do Carnaval. A intenção foi confirmada pela reportagem com assessores e auxiliares presidenciais. Para o deslocamento do grupo, na próxima sexta-feira (9), devem ser utilizadas duas aeronaves da FAB (Força Aérea Brasileira).

Além de familiares do presidente, como a primeira-dama, Marcela Temer, e seu caçula, Michel Temer Filho, irão cerca de 20 funcionários da estrutura palaciana, como seguranças, ajudantes e cozinheiros.

Leia também:
Governo proíbe viagens a serviço com bilhetes de primeira classe e executiva
Entidade de juízes pede para STF retirar da pauta auxílio-moradia


Segundo o Palácio do Planalto, é de praxe que em viagens o presidente leve uma comitiva de seguranças e assessores. O grupo ficará hospedado em Restinga de Marambaia, região de praias administrada pelo Exército e pela Marinha, e só deve retornar a Brasília na terça-feira (13).

Procurado pela reportagem, o GSI (Gabinete de Segurança Institucional), responsável pelo planejamento das viagens presidenciais, disse que "não se manifesta sobre detalhes relacionados à segurança do presidente". O local foi escolhido por oferecer mais privacidade à família presidencial, já que apresenta dificuldade para a aproximação de veículos de imprensa.

A ideia era que o presidente passasse o Ano Novo na base militar, mas ele cancelou a viagem por conta de uma infecção urinária. Ele se hospedou no local na passagem de ano em 2016, após assumir o comando do Palácio do Planalto.

Veja também

Abraham Weintraub é reeleito como diretor executivo no Banco Mundial por mais dois anos
Brasil

Abraham Weintraub é reeleito como diretor executivo no Banco Mundial por mais dois anos

Covas tem 26%, Russomanno, 20%, e Boulos e França empatam em terceiro, diz Ibope
SÃO PAULO

Covas tem 26%, Russomanno, 20%, e Boulos e França empatam em terceiro, diz Ibope